Fale conosco, e-mail, telefone e endereço.
Abertura.
Índice do Canal.
Assista On Line a TV Net Babillons
Assista On Line a TV Net Babillons

Crise econômica não afeta indústria nacional de equipamento esportivo

A indústria nacional de material esportivo está otimista quanto ao crescimento das vendas, apesar da crise econômica internacional. De acordo com o presidente da Associação Brasileira da Indústria do Esporte (Abriesp), Maurício Fernandez, o setor esportivo vive um momento favorável.
Fernandez atribui esse bom momento à implantação de alguns mecanismos incentivadores da atividade esportiva no país. Entre eles, a criação dos fundo sociais que ajudam na formação de novos atletas e mobilizam recursos para a construção de novos parques esportivos e a implementação da Lei de Incentivo ao Esporte, sancionada no ano passado pelo presidente Lula, que possibilitou a injeção de mais dinheiro no setor. “Vejo o esporte fora da crise e com uma possibilidade muito grande de investimento, com crescimento da cadeia produtiva”, disse Fernandez.
Dados fornecidos pela Abriesp mostram que o setor esportivo representa 2% do Produto Interno Bruto (PIB - a soma dos bens e serviços produzidos no país). Enquanto o PIB nacional teve crescimento médio anual de 4% nos últimos anos, o PIB da indústria esportiva cresceu à média de 12% ao ano. O setor gera 1,5 milhão de empregos diretos e indiretos no Brasil.
Para o presidente da Abriesp, a realização da Copa do Mundo de 2014, no Brasil, e a perspectiva de o país sediar os Jogos Olímpicos de 2016 podem dinamizar ainda mais o setor. “O Brasil está na alça da mira de vários investidores internacionais que querem promover a Copa do Mundo”, afirmou.
Fernandez estimou que para o setor crescer ainda mais é preciso organizar a sua cadeia produtiva, hoje desprovida de dados estatísticos e sem qualquer mapeamento. “É preciso ajudar na exportação e na organização interna, em termos de mapeamento de mercado. É um trabalho de base que tem de ser feito para que a cadeia se organize”, disse.
A organização da cadeia produtiva do esporte no Brasil é um dos objetivos do Programa de Estruturação do Esporte Nacional, que será lançado quinta-feira (22) no Museu do Futebol, em São Paulo, durante 1º Encontro da Cadeia Produtiva do Esporte (Encoesporte).
O encontro reunirá representantes do Ministério do Esporte, da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e de Investimentos (Apex Brasil), da Câmara Brasil-Alemanha e da Abriesp. (Alana Gandra)
Fonte:Agência Brasil.
19/01/2009