Fale conosco, e-mail, telefone e endereço.
Abertura.
Índice do Canal.
Assista On Line a TV Net Babillons
Assista On Line a TV Net Babillons

Brasil exporta celulares ao mundo árabe

O país teve receita de US$ 10,8 milhões com vendas de aparelhos celulares para Emirados e Arábia Saudita entre janeiro e maio. Os sauditas compraram 14,7 mil unidades e os Emirados 52,3 mil.
O Brasil exportou aparelhos celulares para os países árabes entre os meses de janeiro e maio deste ano. De acordo com dados do Sistema de Comércio Exterior do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, foram faturados US$ 10,8 milhões com vendas de terminais portáteis de telefonia celular, que são os aparelhos, nos primeiros cinco meses do ano. No mesmo período do ano passado, as exportações deste tipo de produto para os países da Liga Árabe estavam em apenas US$ 735,9 mil.
Os países árabes que compraram celulares do Brasil entre janeiro e maio foram Emirados Árabes Unidos e Arábia Saudita. Os Emirados foram responsáveis por quase o total das importações, US$ 9,4 milhões, e os sauditas adquiriram US$ 1,4 milhões. As compras dos Emirados foram de 52,3 mil celulares e da Arábia Saudita de 14,7 mil aparelhos. Ou seja, o valor médio dos aparelhos comprados pelos Emirados foi US$ 180 e dos sauditas US$ 97, o que dá um preço médio por unidade de US$ 162.
Parte dos aparelhos exportados para os árabes, porém, é mercadoria nacionalizada. Ou seja, não é originária do Brasil, mas foi exportada via Brasil. Segundo dados do Sistema de Comércio Exterior, dos US$ 10,8 milhões de receita, US$ 7,5 milhões são mercadoria nacionalizada. Logo após aparece São Paulo como exportador de celulares para os países árabes. O estado teve receita de US$ 3,3 milhões com vendas dos aparelhos para o Oriente Médio. Deste total, US$ 1,9 milhão foi para Emirados e US$ 1,4 milhão para a Arábia Saudita.
O aumento nas exportações de aparelhos celulares do Brasil para os árabes, porém, ocorre na contramão do que acontece com o segmento. De acordo com dados da Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee), entre janeiro e abril deste ano houve queda de 37% nas vendas externas de celulares. Foram exportados pelo Brasil US$ 423 milhões contra US$ 676 milhões nos mesmos meses de 2008. Segundo a Abinee, os aparelhos perderam representatividade na pauta de exportações do setor e passaram a responder por 19% neste ano contra cerca de 30% entre os anos de 2005 e 2006. (Isaura Daniel)

Fonte:ANBA - Agência Nacional Brasil Árabe.
21/06/2009