Fale conosco, e-mail, telefone e endereço.
Abertura.
Índice do Canal.
Assista On Line a TV Net Babillons
Assista On Line a TV Net Babillons

Micro e pequenas empresas estão recebendo mais recursos do BNDES

A liberação de recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para as micro e pequenas empresas cresceu 40% nos 12 meses até junho, em comparação a igual período anterior. Para as grandes empresas, os desembolsos aumentaram 22%. E para as médias empresas, a expansão foi de 7%.
Na análise apenas do primeiro semestre deste ano, os números divulgados hoje (9) pelo presidente do BNDES, Luciano Coutinho, mostram crescimento de 22% nas liberações de recursos para as micro e pequenas companhias, contra 14% para as empresas de grande porte. Já as médias empresas apresentaram retração de 23%. “Uma queda que a gente espera reverter nos próximos meses”, afirmou.
Luciano Coutinho atribuiu boa parte do aumento de recursos para as micro e pequenas empresas ao cartão de crédito do banco para compras pela internet, cujos desembolsos revelaram crescimento de 393% entre janeiro de 2008 e junho deste ano.
“Esse esforço tem decorrido, principalmente, do fortíssimo crescimento dos desembolsos por meio do Cartão BNDES. Está muito claro aqui que as decisões tomadas no fim do ano passado foram muito eficazes com relação à questão do Cartão BNDES”, disse.
O banco ampliou o limite máximo de crédito do cartão de R$ 250 mil para R$ 500 mil por banco emissor. O prazo de pagamento também foi ampliado de 36 para 48 meses, com juros fixos.
Coutinho disse que a procura pelo Cartão BNDES é crescente e o banco tem vem conversando com a rede bancária credenciada para ampliar o atendimento ao setor das MPEs. Ele espera ter mais um parceiro importante em São Paulo, a Nossa Caixa, para repassar o cartão.
O superintendente da área de Operações Indiretas do BNDES, Cláudio Bernardo Moraes, disse que se a taxa de juros voltar a cair, os juros cobrados pelo BNDES no cartão, hoje de 1% ao mês, também cairão, com a taxa devendo para 0,97% este mês.
(Alana Gandra)
Fonte: Agência Brasil.
09/07/2009