Fale conosco, e-mail, telefone e endereço.
Abertura.
Índice do Canal.
Assista On Line a TV Net Babillons
Assista On Line a TV Net Babillons

Indústria do Rio cresceu 9,3% em julho

A indústria do Rio de Janeiro vendeu 9,3% mais em julho na comparação com o mês anterior, com elevação no volume de pessoal ocupado pelo terceiro mês seguido (1.300 contratações) e alta da massa salarial. Os dados, da pesquisa Indicadores Industriais, da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), descontam os efeitos sazonais e confirmam o movimento de recuperação da atividade, depois do forte ajuste por conta da crise econômica mundial.
Na comparação com julho do ano passado, os dados de vendas ainda são negativos, mas no acumulado do ano indicadores importantes como pessoal ocupado e massa salarial estão chegando perto da estabilidade. Ao mesmo tempo, as horas trabalhadas aumentaram 1,77% na comparação de julho sobre junho, embora na série dessazonalizada tenha havido recuo de 0,8%. A utilização da capacidade instalada sofreu pequena retração, de 80,6% para 80,3%.
Os principais setores responsáveis pela alta de vendas foram Edição e Impressão (+18,46%), Máquinas, Aparelhos e Material Elétrico (+18,21%, devido a um aumento na demanda de equipamentos para telefonia), Veículos Automotores (+16,72%, graças a autopeças), Metalurgia Básica (+12,59%) e Produtos de Metal (+11,86%). A maior queda foi em Produtos Químicos (-11,96%).
Em pessoal ocupado, as 1.300 novas vagas vieram principalmente de Material Eletrônico e Comunicação (+2,35%), Metalurgia Básica (+1,80%) e Vestuário (+1,43%). A massa salarial real dessazonalizada atingiu alta de 0,23%, por conta das contratações e, em alguns casos, do maior número de horas trabalhadas na produção e maior volume de horas extras pagas.
(Agência CNI)
Fonte: ANBA - Agência Nacional Brasil Árabe.
28/08/2009