Fale conosco, e-mail, telefone e endereço.
Abertura.
Índice do Canal.
Assista On Line a TV Net Babillons
Assista On Line a TV Net Babillons

Perspectivas para indústria em 2010 são positivas, destaca gerente da CNI

A indústria de transformação está recuperando os níveis de produção anteriores à crise, mas alguns índices vão fechar com saldo negativo. A avaliação é do gerente de políticas econômicas da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Flávio Castelo Branco, que divulgou hoje (21) os Indicadores Industriais do mês de novembro de 2009.
Ele destacou que a queda de 2009, “é muito heterogênea”, já que há setores que superaram a crise, como aqueles ligados ao mercado interno. Por outro lado, aqueles mais fixados no mercado externo se ressentem, porque o mercado mundial não voltou aos níveis de normalidade.
Segundo ele, a indústria vai mostrar queda quando fecharem os dados de 2009, em função dos resultados ruins do início do ano, mas para 2010 o quadro é melhor.
“As expectativas para 2010 são positivas e a indústria deve ser o setor que vai liderar o crescimento em 2010”, afirmou.
Alguns dos dados que mostram essa recuperação são os de utilização da capacidade instalada que em novembro ficou em 81,4% e o faturamento da indústria que na comparação com outubro cresceu 1,3%. outro indicador que mostra essa recuperação é o número de horas trabalhadas que em relação a outubro cresceu 2,6%.
Castelo Branco advertiu que alguns setores ainda não voltaram aos índices pré-crise, como os exportadores, o de bens de capital (máquinas e equipamentos para a indústria) - que deve mostrar um ritmo forte em 2010 -, e a siderurgia.
“Isso também deve acontecer com o setor automobilístico, que internamente já recuperou essa demanda, na verdade até superou os níveis anteriores à crise, mas no que diz respeito a componentes de exportação ainda não”.
Os setores ligados ao mercado doméstico mostram recuperação, como é o caso do setor alimentício, que em novembro teve um índice de utilização da capacidade instalada de 82,3%, um pouco acima do de outubro, que foi de 81,7%. (Roberta Lopes)
Fonte:ANBA - Agência Nacional Brasil Árabe.
21/01/2010