Fale conosco, e-mail, telefone e endereço.
Abertura.
Índice do Canal.
Assista On Line a TV Net Babillons
Assista On Line a TV Net Babillons

Otimismo manterá consumo aquecido

Os brasileiros continuam otimistas com as perspectivas da economia e estão menos endividados. Isso indica que o consumo permanecerá elevado e estimulará a produção da indústria. As conclusões são do Índice Nacional de Expectativa do Consumidor (INEC), divulgado nesta quarta-feira, 31 de março, pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). Apesar da queda de 1% registrada pelo INEC no primeiro trimestre do ano em relação ao período imediatamente anterior, o indicador está 9,2% maior do que o registrado nos primeiros três meses de 2009. O índice do primeiro trimestre de 2010 é igual ao de setembro de 2006 e o segundo maior desde 2001. Foi superado apenas pelo último trimestre de 2009.
O índice de endividamento dos consumidores aumentou 4,3% no primeiro trimestre deste ano em relação ao período imediatamente anterior e acumula alta de 10,6% na comparação com os primeiros três meses de 2009. Nesse caso, a expansão do índice revela redução do endividamento. “Isso mostra que os consumidores estão saneando suas finanças, abaladas durante a crise do ano passado”, diz a pesquisa. O indicador que revela a disposição dos brasileiros de ir às compras acumula alta de 3,9% ante o primeiro trimestre de 2009.
De acordo com o estudo, o otimismo em relação à inflação, ao desemprego e ao aumento da renda pessoal recuou na comparação com o último trimestre de 2009. Mas as expectativas ainda são bastante positivas em relação ao primeiro trimestre do ano passado. O índice que trata do sentimento sobre a evolução da inflação caiu 1,3% de janeiro a março deste ano em relação ao período imediatamente anterior. No entanto é 10,8% superior do primeiro trimestre de 2009.
O mesmo ocorreu com o sentimento em relação ao desemprego, cujo índice recuou 0,7% em relação ao último trimestre de 2009, mas permanece 27% acima do registrado nos primeiros três meses do ano passado. Tanto no caso da inflação quanto do desemprego, a queda no índice representa aumento do pessimismo. “Na comparação com o mesmo trimestre de 2009, todos os índices mostram maior otimismo do consumidor”, destaca a pesquisa.
Fonte: CNI - Confederação Nacional da Indústria.
31/03/2010