Fale conosco, e-mail, telefone e endereço.
Abertura.
Índice do Canal.
Assista On Line a TV Net Babillons
Assista On Line a TV Net Babillons

Os Árabes mais ricos

O príncipe saudita Alwaleed Bin Talal é o 26º homem mais rico do mundo, de acordo com a lista divulgada anualmente pela revista norte-americana Forbes. Dono de uma fortuna estimada em US$ 19,6 bilhões, o príncipe é o principal acionista individual do Citigroup e detém participações em várias multinacionais por meio de sua empresa, a Kingdom Holding.
A companhia presidida por Bin Talal planeja construir em Jeddah, na Arábia Saudita, o prédio mais alto do mundo. Embora seja o homem mais rico do Oriente Médio e o 26º do mundo, Bin Talal caiu sete posições no ranking deste ano, divulgado na última edição da revista.
O segundo árabe a aparecer na lista dos mais ricos é Mohammed Al Amoudi. Ele construiu seu império a partir de 1988 quando sua empresa, a Midroc, ganhou contratos para construir um reservatório subterrâneo de petróleo na Arábia Saudita.
A fortuna de US$ 12,3 bilhões de Amoudi o coloca como o 63º homem mais rico do mundo. Ele é dono também de minas de ouro na Etiópia, campos de petróleo no oeste africano e refinarias na Suécia e no Marrocos. Foi no país europeu que ele começou a obter seus primeiros lucros, ainda na década de 1970. Amoudi é dono de um dos mais luxuosos hotéis africanos, o Addis Ababa Sheraton.
Em 77º lugar entre os mais ricos está Nasser Al-Kharafi, do Kuwait. Junto com sua família, ele é dono de US$ 10,4 bilhões. Kharafi é o controlador do MAK Group, que atua nos ramos de energia e construção de navios, entre outros, e tem participações em bancos, fábricas, empresas alimentícias e construtoras.
Brasileiros
O empresário carioca Eike Batista continua entre os dez mais ricos do mundo. Dono de empresas que atuam na exploração de petróleo e minério de ferro, Eike viu sua fortuna crescer entre do ano passado para cá. De acordo com o levantamento da Forbes, em 2010 ele tinha fortuna estimada em US$ 27 bilhões. Neste ano, a soma de seus bens atingiu US$ 30 bilhões.
Um dos controladores da cervejaria AB Inbev, Jorge Paulo Lehmann, é o 55º mais rico do mundo, com fortuna avaliada em US$ 13,3 bilhões.
No topo da lista está o mexicano Carlos Slim. Dono da maior operadora de telefonia das Américas e acionista do jornal The New York Times, Slim foi o homem que mais ganhou dinheiro em 2010. Viu sua fortuna aumentar em US$ 20,5 bilhões e atingir US$ 74 bilhões. Slim é seguido por Bill Gates, fundador da Microsoft e dono de US$ 56 bilhões, e pelo presidente da Berkshire Hathaway, Warren Buffet, com fortuna estimada em US$ 50 bilhões.
De acordo com a Forbes, 2011 é o ano com mais bilionários listados no levantamento: 1.210. Em 2008, recorde anterior, 1.125 bilionários foram listados. Os países que ganharam mais bilionários desde o ano passado foram China (54 integrantes novos no grupo) e Rússia (31 estreantes na lista da Forbes). Juntos, os 1.210 bilionários têm 4,5 trilhões de dólares, ou 2,3% da fortuna mundial.
Fonte: ANBA.
10/03/2011