Fale conosco, e-mail, telefone e endereço.
Abertura.
Índice do Canal.
Assista On Line a TV Net Babillons
Assista On Line a TV Net Babillons

Brasil exporta 27 mil bois vivos ao Líbano

O Brasil exportou, apenas nos dois primeiros meses deste ano, 27.170 bovinos vivos para o Líbano. De acordo com informações do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), as exportações de gado vivo brasileiro para o país renderam US$ 21,2 milhões no período e cada unidade foi comercializada por uma média de US$ 781.
Houve aumento de 273% em receita sobre o mesmo período de 2010 e de 352% em número de bois. Entre janeiro e fevereiro de 2010, a venda de gado em pé para o Líbano rendeu ao Brasil US$ 5,6 milhões. Foram enviados seis mil animais. O peso dos envios do primeiro bimestre deste ano foi de 9,8 mil toneladas e do ano passado 3,1 mil toneladas.
O secretário-geral da Câmara de Comércio Árabe Brasileira, Michel Alaby, explica que a compra de bovinos vivos é para gerar empregos no país comprador. "Quando você compra o bovino vivo, você transfere para o comprador o abate e a distribuição”, afirma. Apesar disso, o Brasil também envia carnes para o país árabe.
Sobre os dois primeiros meses do ano passado, houve uma queda no valor médio dos bovinos exportados do Brasil para o Líbano. Em janeiro e fevereiro de 2010, o preço era US$ 946. Ou seja, a queda foi de 17%, já que neste ano o valor foi de US$ 781. O Líbano foi o único país árabe que comprou gado vivo do Brasil.
O grande aumento ocorreu nos envios do estado do Pará, do Norte brasileiro. Do total, 23.346 cabeças foram exportadas via Porto de Vila do Conde, de Barcarena. No mesmo período de 2010, haviam saído do porto apenas seis mil bois. Do Porto de Rio Grande, no estado do Rio Grande do Sul, foram enviadas 3.824 unidades em janeiro e fevereiro deste ano. No mesmo período de 2010, não houve exportações do estado. (Isaura Daniel)
Fonte: ANBA.
27/03/2011