Fale conosco, e-mail, telefone e endereço.
Abertura.
Índice do Canal.
Assista On Line a TV Net Babillons
Assista On Line a TV Net Babillons

Dubai é destino mais procurado para varejo

O emirado, juntamente com Londres, foi o local que mais atraiu instituições varejistas no ano passado. A informação é de pesquisa da consultoria CB Richard Ellis, que mapeou o setor em 73 países.
Dubai e Londres são as duas cidades mais atraentes para o setor de varejo mundial. A informação foi divulgada nesta segunda-feira (11) pela empresa de consultoria imobiliária CB Richard Ellis (CBRE) e reproduzida pelo site Arabian Business.
De acordo com pesquisa anual da CBRE, que mapeou a presença de 323 das maiores redes de varejo do mundo em 73 países, os mercados do Oriente Médio vêm atraindo um número cada vez maior de varejistas de primeira linha.
Segundo a CBRE, Dubai divide com Londres a posição de destino de varejo mais procurado. A Cidade do Kuwait e a capital saudita Riad estão entre as 20 cidades mais procuradas.
Depois do Reino Unido, os Emirados Árabes Unidos são o mercado mundial com maior índice de penetração: 54% das marcas internacionais pesquisadas estão presentes no país. O Reino Unido apresentou taxa de 58% e os Estados Unidos, 50%.
Outros países árabes bem posicionados no estudo foram Arábia Saudita, em 11º, Kuwait, em 14º, Bahrein, em 29º, e Catar, em 30º.
A área total destinada ao varejo em Dubai - que aumentou em 1,2 milhão de metros quadrados entre 2006 e 2010 -, a presença de consumidores com alto poder aquisitivo e a pouca concorrência de varejistas locais contribuíram para a ascensão do emirado como um dos destinos mais procurados do mundo.
Nos últimos 18 meses, a CBRE verificou uma tendência de aumento na entrada de varejistas norte-americanos em Dubai. Com oportunidades limitadas de crescimento em seu próprio mercado, diversas empresas dos Estados Unidos se instalaram no emirado, que é visto como porta de entrada para outros mercados na região.
"Historicamente, Dubai tem sido a porta de entrada para o Oriente Médio", afirmou Michael Leighton, consultor sênior para varejo da CB Richard Ellis no Oriente Médio. "Agora, redes de varejo vêm tentando reproduzir seu sucesso em outros países do Oriente Médio com perfis de consumidor semelhantes", afirmou. "É uma população rica, bem instruída e viajada, com forte propensão a frequentar shopping centers", segundo Leighton.
"O Kuwait e a Arábia Saudita se encaixam nesse perfil, bem como Abu Dhabi [a capital dos Emirados], que deve ultrapassar Dubai em termos de atratividade no ano que vem, com a inauguração de dois novos shopping centers", previu Leighton. "Os protestos ocorridos recentemente no Oriente Médio não podem ser ignorados, mas provavelmente não terão impacto de longo prazo na expansão do varejo na região", avaliou o consultor.
Além de Dubai e Londres, a lista de cidades mais atraentes para marcas de varejo inclui, nesta ordem, Nova York, Paris e Hong Kong. De acordo com o relatório da CBRE, a expansão internacional é uma estratégia muito usada no setor no mundo todo. Em 2010, de todas as aberturas de novas lojas, 40% aconteceram fora da região de origem das marcas.
Fonte:ANBA
11/04/2011