Fale conosco, e-mail, telefone e endereço.
Abertura.
Índice do Canal.
Assista On Line a TV Net Babillons
Assista On Line a TV Net Babillons

Dólar atrai mais importadores para Francal

A valorização do dólar deve tornar mais atrativos para estrangeiros os calçados que serão vendidos na Francal, uma das principais feiras do setor calçadista do País, que ocorre a partir da próxima terça-feira (26) na capital paulista. “A gente não estava indo bem nas exportações por causa do dólar nocivo. Hoje, o dólar a mais de R$ 2 facilita [as exportações], os preços dos produtos caíram e eles se tornaram mais atrativos”, afirma o presidente da Francal, Jamil Abdala.
Em 2011, importadores de 68 países estiveram na feira. Entre eles estavam representantes da Arábia Saudita, Argélia, Egito, Emirados Árabes Unidos, Kuwait, Líbano, Mauritânia, Omã e Sudão. Este ano os árabes são novamente esperados. “Eles sempre vêm, acreditamos que continuarão a vir e devem aumentar [a presença] em função do câmbio”, afirma Abdala. Ele lembra que Oriente Médio e América do Sul são regiões do mundo que costumam estar presente na Francal e não estão envolvidas na atual crise econômica internacional.
A Francal recebe importadores do mundo todo. No ano passado, vieram empresários de países tão diferentes como Bolívia, Albânia, Ilhas Canárias, Estados Unidos, Espanha, Itália e Japão. Foram recebidos mais de 28 mil compradores do Brasil e do exterior, segundo informações da organização da mostra. Ao redor de dois mil vieram de fora. Para esta edição Abdala acredita num aumento da presença dos importadores, que conhecerão a coleção primavera-verão de calçados e acessórios de cerca de mil expositores.
A feira deve movimentar 30% do valor da produção de calçados do País, que foi de R$ 21,8 bilhões no ano passado. O percentual representa entre três e quatro meses de trabalho para as expositoras. A indústria brasileira está entre as maiores do mundo no segmento e reúne 8,2 mil empresas, segundo dados da Francal. No ano passado, o setor produziu 819,1 milhões de pares, dos quais 113 milhões foram exportados. As vendas externas geraram US$ 1,3 bilhão.
A Francal, além de um grande espaço de vendas, é também um palco de debates para os fabricantes de calçados e acessórios. As conversas e palestras tratam de temas como economia e moda. Nesta edição, por exemplo, haverá palestra do economista e ex-ministro Delfim Neto sobre o atual cenário econômico mundial, o consultor italiano Stefano Ferragamo vai falar sobre a moda mundial e o estilista brasileiro Walter Rodrigues, sobre tendências de moda. O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel, também estará na feira, na terça-feira, para um almoço com as lideranças do segmento.
Serviço
44ª Francal – 2012
De 26 a 29 de junho, das 10 às 20 horas (no dia 29 até 17 horas)
No Pavilhão de Exposições do Anhembi – São Paulo
Informações: +55 (11) 2226-3100
Site: www.feirafrancal.com.br
Entrada gratuita e restrita a profissionais do setor
Fonte: ANBA.
25/06/2012