Abertura
Fale conosco, e-mail, telefone e endereço.
Frank Dieter Schulze
Arquiteto e Coordenador da UEP - Unidade Executora de Projetos do Programa Monumenta BID

Frank tem larga experiência com projetos de Governos Estaduais e Federais e o seu curriculum mostra o quanto tem se dedicado a projetos de preservação, edificações de importância relevante ao Patrimônio Histórico de Santa Catarina.

Entrevista

Portal Net Babillons
O que é o Projeto Monumenta - BID?
Frank Dieter Schulze
O projeto Monumenta BID consiste num convênio firmado entre o BID - Banco Interamericano para o Desenvolvimento e o Governo Federal através do Ministério da Cultura, que por sua vez conveniou com uma série de outros municípios além de São Francisco do Sul, visando o desenvolvimento de ações que promovam a preservação, a conservação e a manutenção dos sítios históricos ou monumentos de destaque.

Portal Net Babillons
Qual a importância deste Projeto para São Francisco do Sul, uma cidade Histórica e Turística?
Frank Dieter Schulze
A importância é o limiar de uma nova fase, de uma nova época para São Francisco do Sul, na verdade nós teremos após as implantações das ações do Monumenta e o prosseguimento dessas ações por parte da Prefeitura Municipal e do Fundo Municipal para a Preservação do Patrimônio uma nova realidade dentro do município de São Francisco do Sul; não só aqui mas também nos demais municípios onde as ações do Monumenta acontecem. Isso porque até o surgimento do Monumenta não havia uma política nacional de estímulo à preservação, com exceção do repasse de recursos por parte do Governo Federal. Com a implantação das ações do Monumenta, que visa principalmente a aplicação de recursos em imóveis ou monumentos que tenham comprovadamente a capacidade de se auto-sustentar, de se auto-gerir depois de feitos esse investimentos. Acredito que a importância do programa para São Francisco do Sul será exatamente esta, todo o subsídio que for investido, até por força da criação do convênio com o Fundo Municipal para Preservação do Patrimônio, terá uma situação em que a cidade mesmo poderá gerir e captar novos recursos e desta forma fazer um trabalho de aplicação contínua dentro de todo o Centro Histórico possibilitando uma preservação sem interrupções que dependiam de liberação de recursos, que era uma forma trabalhosa, porque não se tinha previsão de quando seriam liberados. Vejo que essa é a importância maior, que conforme já coloquei, com certeza vai refletir na exploração da atividade turística.

Portal Net Babillons
Quantas Cidades Brasileiras participaram do processo seletivo, para poder fazer parte do Projeto Monumenta e quantas foram escolhidas?
Frank Dieter Schulze
Originalmente quando surgiu o programa nós tivemos o trabalho iniciado pelo IPHAN de catalogação, seleção e cadastramento, envolvendo um número de 102 cidades. Após realizado esse trabalho pelo Ministério da Cultura e pelo IPHAN, principalmente pelo IPHAN, foram estabelecidos uma série de critérios, essas 102 cidades foram chamadas a apresentar as propostas e cumprirem as exigências que foram estabelecidas. Com essa ação de comprovação de uma série de dados, houve uma nova triagem, resultou um grupo seleto de 27 cidades, onde São Francisco do Sul permaneceu para iniciar o programa em sua primeira fase. Com as cidades selecionadas iniciou-se a orientação do BID e da UCG - Unidade Central de Gerenciamento do Projeto Monumenta em Brasília, uma série de trabalhos, projetos, levantamentos e estudos de viabilidade financeira, sócio-econômicas, financeiro- ambiental, o que na verdade se constituia nas premissas básicas para a eventual assinatura dos convênios.Decorrido o prazo as cidade que puderam comprovar todas as exigências e apresentar todo um ról de documentos, acabaram se reduzindo a apenas 13 cidades e essas 13 assinaram o convênio em agosto de 2002. Para nossa satisfação São Francisco do Sul também permaneceu nesse grupo seleto de 13 cidades que assinaram o convênio em agosto de 2002.

Portal Net Babillons
Quais os Monumentos que o Projeto Monumenta contemplará no Centro Histórico de São Francisco do Sul?
Frank Dieter Schulze
É importante fazer a distinção que dentro do Programa Monumenta de São Francisco do Sul, houve a indicação de alguns monumentos que foram classificados como monumentos de destaque. Essa seleção foi um trabalho conjunto da UEP - Unidade Executora de Projeto com a Coordenadoria Regional do IPHAN em Santa Catarina. Esses 6 imóveis que foram destacados são: o Mercado Público Municipal, o Clube XXIV de Janeiro, o Terminal Turístico de São Francisco do Sul, a Igreja Matriz Nossa Senhora da Graça, o Museu Nacional do Mar, e a reurbanização da orla, que mesmo não se constituíndo em um monumento arquitetônico edificado, toda a reurbanização da orla através de negociações que foram feitas diretamente conosco, a UEP e o IPHAN junto à Brasília, pode ser incluída nos elementos de destaque. Além disso foram selecionados também 104 imóveis privados que estão dentro da área de projeto do Centro Histórico, que passaram também a ser parte dos imóveis que serão trabalhados, não querendo dizer que outros não poderão ser incluídos, mas estes 104 são os que mostraram interesse e preliminarmente foram incluídos.

Portal Net Babillons
Frank você tem relacionamento com coordenadores de outras cidades históricas no sentido de vivenciar uma troca de experiências no que diz respeito a implantação e desenvolvimento do Monumenta - BID?
Frank Dieter Schulze
Sim, temos tido a oportunidade ao longo dos praticamente 3 anos de implantação da UEP de São Francisco do Sul e dos demais municípios, de travar um contato bastante próximo com as demais unidades, buscando sempre partilhar dos problemas, que uma cidade ou outra se depara, mas também na busca de soluções. Isso tem ocorrido com freqüência, nós já recorremos a subsídios junto a outras unidades espalhadas pelo país, assim como outras unidades já recorreram a nós buscando soluções para determinados problemas que muitas vezes uma unidade já vivenciou anteriormente, o que facilita muito todas as unidades não comprometendo seu tempo na busca de certas soluções já alcançadas.

Portal Net Babillons
Como funciona o processo de habilitação do Proprietário em questão da restauração do seu imóvel, caso este seja de importância relevante e faça parte integrante do Centro Histórico?
Frank Dieter Schulze
Nesse sentido é importante destacar que no momento em que estávamos fechando o perfil do projeto foi feito uma pré-seleção que resultou em um número de 104 imóveis. Com essa pré-seleção, isso foi devidamente documentado e anexado ao perfil do projeto que foi enviado a Brasília e que foi a base para assinatura dos convênios. Hoje nós vivemos a segunda fase que é a definição do edital de licitação para contratação e repasse dos recursos para imóveis privados do centro histórico, estamos aguardando o envio do edital definitivo com o qual nós poderemos fazer a seleção dos imóveis que efetivamente tem interesse em participar do programa. O que não significa que aqueles imóveis que não se cadastraram na primeira fase não possam se cadastrar agora, aquilo foi apenas para mostrar ao BID, o volume significativo de proprietários com interesse no programa. Nesse momento nós aguardamos a definição do edital, para que nas próximas semanas, ou próximo mês nós possamos fazer o seu lançamento e ele trará a definição de todos os critérios que serão usados para a efetiva seleção de proprietários e quais terão o benefício no primeiro ou segundo momento. É importante que se frise que os proprietários de imóveis que não tiveram acesso agora, não ficarão de fora, uma vez que todos os recursos que serão emprestados para os proprietários quando estes fizerem a devolução serão repassados ao Fundo Municipal de Preservação do Patrimônio, que por sua vez fará o gerenciamento dos recursos e chamará sucessivamente todos os demais interessados até que se tenha todos os imóveis do Centro Histórico cobertos por essa modalidade de financiamento que é uma das ações do programa Monumenta BID de São Francisco do Sul.

Portal Net Babillons
No caso do Proprietário de uma edificação importante e não ter condições financeiras, para participar do Projeto, como ficam as negociações?
Frank Dieter Schulze
Como os critérios ainda estão sendo estabelecidos pela UCG - Unidade Central de Gerenciamento em Brasília, é uma situação que já foi levantada pelos técnicos tanto de Brasília como das UEPs e está sendo alvo de estudos por parte dos mesmos, que estão elaborando o edital. Agora não tenho condições de afirmar qual a maneira que será feito esse trabalho, mas com certeza alguma solução se busca, para que mesmo aqueles proprietários de imóveis de importância e que não tenham condições de contrair o empréstimos não fiquem a mercê de seus próprios recursos, busca-se uma alternativa. Essa alternativa pode passar também pela adoção por parte do Programa de um percentual que o Fundo Municipal do Patrimônio terá dos seus recursos para aplicação a fundo perdido.

Portal Net Babillons
Em quanto importa o montante dos recursos financeiros sacramentados para o desenvolvimento do Projeto Monumenta - BID em São Francisco do Sul?
Frank Dieter Schulze
No mês de agosto de 2002, quando da assinatura do convênio, foi assinado pelo Governo Municipal e o Ministro da Cultura, com os valores de cerca de 80% do montante total previsto para a aplicação do Programa em São Francisco do Sul, neste primeiro convênio o valor foi da ordem de R$ 6.600.000,00. Agora no mês de abril de 2003 por ocasião da realização do Seminário de Integração das UEPs em Brasília, foi promovida a assinatura de um aditivo a esses convênios e aqueles municípios que já haviam assinado o convênio no ano de 2002 voltaram a Brasília para assinar os seus respectivos termos aditivos que importaram na quantia dos 20% restantes do valor original. Tivemos em abril a assinatura de um termo aditivo na ordem de R$ 1.700.000,00 aproximadamente, o que perfaz um total de R$ 8.400.000,00, é importante que se destaque, desse montante 30% corresponde a contrapartida que o município se compromete a dar ao programa. Então poderíamos dizer que o município hoje tem o compromisso, mediante o convênio, de investir algo em torno de R$ 2.500.000,00, entre todas as ações previstas. O Governo Federal e o BID através do Ministério da Cultura farão o repasse de mais uma quantia que gira em torno de R$ 5.600.000,00.

Portal Net Babillons
Para o caso do surgimento de alguma edificação de destaque que ainda não tenha sido integrada no Projeto Monumenta - BID em São Francisco do Sul, há uma previsão para se buscar novos recursos?
Frank Dieter Schulze
As informações preliminares que temos é que no momento que os municípios comprovarem a efetiva capacidade de aplicação do recurso originalmente conveniado, no caso de São Francisco do Sul os R$ 8.400.000,00, existirá a possibilidade de se pleitear mais recursos. Essa busca de novos recursos estará com certeza vinculada a capacidade do município em aplicar, gerir e prestar as devidas contas da aplicação do montante já repassado originalmente.

Portal Net Babillons
Esses recursos serão liberados por grau de importância, conforme a tipologia da edificação?
Frank Dieter Schulze
Não, esses recursos serão liberados de acordo com o plano de trabalho encaminhado e aprovado dentro do perfil do projeto e não há uma vinculação própriamente de grau de importância do imóvel e sim pela ação a que ele estiver ligado. Para ser um pouco mais prático, aqueles imóveis que são de destaque receberão os recursos, como de fato já estão recebendo, de maneira imediata em que as obras estiverem acontecendo, da mesma forma ocorre com os imóveis privados que serão alvo de financiamento, uma vez selecionados de acordo com os critérios que estão sendo estabelecidos, estes recursos serão liberados de forma continua até que haja a finalização de cada etapa, em função de medições que acontecerão junto ao canteiro de obras. Da mesma forma outros recursos destinados a educação patrimonial, conscientização, divulgação também serão liberados independentemente do estágio que estiverem as outras ações, no momento que elas forem iniciadas, o que não é o caso, porque até agora se priorizou a elaboração de projetos e a execução das obras físicas de restauração. As ações de cunho mais institucional que é a aplicação de recursos na divulgação, educação patrimonial e treinamento de mão-de-obra também deverão acontecer nos próximos meses onde estamos iniciando o trabalho de encaminhamento dessas ações paralelas.

Portal Net Babillons
Frank há necessidade de se fazer uma campanha de elucidação da população, do que é o Projeto e a circunstância da continuidade da preservação do Patrimônio Histórico, abrindo um propósito de uma nova consciência?
Frank Dieter Schulze
Na verdade o Programa desde o início já havia se preocupado com isso e destinou recursos para esse trabalho de conscientização, nós através de nossas ações na UEP tivemos a oportunidade de estarmos representando o Programa em algumas situações, eventos e podemos dizer que já iniciamos esse trabalho de conscientização. O que não elimina a necessidade de um trabalho mais institucionalizado com a elaboração de materiais de divulgação, com a realização de trabalhos junto a comunidade escolar, também a comunidade de empresários, moradores e não moradores da cidade de São Francisco do Sul. Porque realmente sabe-se que todas as ações que envolvem o investimento de recursos na área de patrimônio não surtem um efeito necessário sem que haja um envolvimento da comunidade, então a comunidade será chamada e está sendo chamada como co-responsável no sentido de lutar e trabalhar pela preservação do seu patrimônio. Isso é importante que se destaque, porque antes de São Francisco do Sul ser um grande pólo de atração turística, um grande cenário em função do seu centro histórico é preciso que a comunidade tenha muito claro dentro de si que as ações devem em primeiro lugar atender as necessidades de melhoria da qualidade de vida e melhoria das condições físicas dentro do Centro Histórico. No momento em que a comunidade tiver essa postura ficará evidenciado que o Programa em primeiro lugar pretende atender a comunidade e servir de instrumento para que a comunidade possa de diversas maneiras usar esse potencial.

Conheça Agora !!


Foto: GMG.
Frank acredita que a consciência do povo francisquense já está passando por uma forte transformação, a boa vontade e a participação dos proprietários das edificações selecionadas comprova isso.
Veja seu Curriculum

Projeto Orla

Centro Histórico

Portal Net Babillons
As primeiras obras como o Museu Nacional do Mar, o Pórtico Naval Turístico, o Clube XXIV de Janeiro, a Igreja Matriz Nossa Senhora da Graça, o Mercado Municipal e o Projeto da Revitalização e Humanização da Orla Marítima desde o trecho Museu Nacional do Mar que fica no centro da cidade até o Museu Histórico de São Francisco do Sul na Praia do Mota terão a sua conclusão prevista para quando?
Frank Dieter Schulze
Dentro de um cronograma que já foi estabelecido pela UEP existem obras que terão a conclusão prevista para agosto ou setembro e outras para novembro ou dezembro. Dentro desse quadro o que nós temos que alertar e destacar é que o projeto da orla por se tratar de um projeto complexo que afetará o dia-a-dia da população e dos transeuntes pelo Centro Histórico, deverá ser executado em etapas uma vez que o projeto foi definido por setores, por trechos e essas etapas estão sendo definidas quais serão as primeiras a serem efetivamente executadas pela empresa que irá assinar o contrato, depois do processo licitatório e quais serão os trechos que ficarão para um segundo momento. Com certeza pretende-se concluir o maior número de trechos possíveis sem que isso represente um transtorno para a população até o mês de dezembro. Aqueles trechos que não puderem ser concluídos até o mês de dezembro, serão nos meses de janeiro a março de 2004.

Portal Net Babillons
Por que Preservar o Patrimônio Histórico?
Frank Dieter Schulze
Eu diria em linguagem de fácil compreensão, que a importância de você preservar o patrimônio histórico, não só a parte de construção, de arquitetura, a parte edificada, a parte física, mas também preservar as tradições e os costumes, fazendo uma comparação simplista, é a mesma importância de desejar saber quem são nossos pais e quem são nossos avós. Qualquer ser humano, que por alguma ação do destino não saiba quem são seus antepassados, buscam incessantemente pelo conhecimento até que possam alcançar. Porque todos nós temos a necessidade interior de saber a nossa procedência e a questão da preservação não passa muito longe disso, nós temos que ter a nossa identidade, temos que saber o porquê de estarmos aqui, com certeza o resultado de uma série de fatos que ocorreram no passado, ou no nosso passado ou no passado de nossos genitores, irão nos afetar. A questão do patrimônio também passa por isso, é a única forma de termos a consciência do porque que estamos aqui vivendo determinadas situações, tendo o entendimento de nossa procedência. Creio que a questão da preservação do patrimônio tem muito haver com isso, de justificarmos a nossa existência, compreender o nosso dia-a-dia, aceitar a nossa realidade atual.

Portal Net Babillons
Frank quais os compromissos e responsabilidades da Coordenadoria - UEP - Monumenta e do IPHAN, perante Projeto Monumenta - BID de São Francisco do Sul ?
Frank Dieter Schulze
É importante que se faça uma distinção entre as atribuições da UEP, do Programa Monumenta BID e das atribuições do IPHAN, escritório regional da coordenadoria estadual e do escritório local do IPHAN. A equipe da UEP do Monumenta cabe exatamente implementar as ações previstas no plano de trabalho que tem o seu término previsto para o final do ano de 2004 e que uma vez implantada ficarão sob a responsabilidade da Administração Municipal no que diz respeito a continuidade e ao avanço dessas ações, porque a UEP - Unidade Executora de Projetos no final de 2004 será automaticamente extinta. Estas são as responsabilidades da UEP no sentido de implantar ações. Já as responsabilidades do IPHAN, não falo por eles, mas posso fazer alguns esclarecimentos. Ao IPHAN compete desde o início o tombamento, o gerenciamento do dia-a-dia de todos os fatos e ações no Centro Histórico, esse é o papel do IPHAN. Assim como será também o papel do IPHAN continuar esse gerenciamento após a implantação de todas as ações do Programa Monumenta. É importante que se destaque, que dentro do Programa, na implantação, cabe ao IPHAN a consultoria e a assessoria técnica, no sentido de dar o balizamento de como devem ser feitas as intervenções, tanto nos monumentos como na obra de restauração da orla, como outras ações, e subsidiar as várias ações que compreende o programa Monumenta BID, no sentido por exemplo de subsidiar em termos de material de como deverão ser as informações a serem passadas dentro de um trabalho de educação patrimonial. Cabe ao IPHAN dar essas informações técnicas, históricas que serão por sua vez usadas dentro da ação de educação patrimonial. Esta é a diferença entre o Monumenta e o IPHAN, o Monumenta está aqui implantando ações que deverão permanecer e serem desenvolvidas pela municipalidade e pelo Fundo Municipal da Preservação do Patrimônio e ao IPHAN cabe o gerenciamento do dia-a-dia das ações que acontecem dentro da cidade, tanto antes da implantação do programa como depois.

Portal Net Babillons
Como surgiu o Projeto Monumenta BID ?
Frank Dieter Schulze
O Projeto Monumenta BID surgiu de um objetivo traçado pelo Governo Federal, através do Presidente Fernando Henrique Cardoso que junto com o Ministro da Cultura, o Ex-Ministro Francisco Weffort, mantiveram contatos com o Presidente do Banco Interamericano, Sr. Iglesias, para que fosse desenvolvido com o banco no Brasil um programa, de certa maneira inédito, em termos de preservação de patrimônio. Obviamente que depois de uma série de negociações e entendimentos esse trabalho passou para a esfera do Ministério da Cultura que através do IPHAN iniciou todo o procedimento que já tive a oportunidade de relatar, que deu a arrancada para o desenvolvimento do projeto. Depois de feitos os acertos preliminares e a composição de uma equipe de trabalho iniciou-se efetivamente, tanto a parceria do IPHAN dentro do Ministério da Cultura, como também do BID. Depois dentro da segunda fase passou a ter a participação das cidades selecionadas.

Portal Net Babillons
Como o SEBRAE de Santa Catarina surgiu no Projeto e qual sua efetiva participação?
Frank Dieter Schulze
O SEBRAE surgiu através da interferência direta do Arquiteto Dalmo Vieira Filho, que é Coordenador Regional do IPHAN, que em conversas com técnicos do SEBRAE viu a possibilidade que o SEBRAE desse um suporte ao Projeto Monumenta BID em São Francisco do Sul. Então com base nessa observação do Arquiteto Dalmo houve uma aproximação do SEBRAE de Santa Catarina e a ACISFS - Associação Comercial e Industrial de São Francisco do Sul para que fosse desenvolvido um projeto financiado pelo SEBRAE de ações paralelas ao Monumenta. Nesse sentido houve a participação da UEP em orientar a ACISFS qual seria a forma possível dessa participação. Feito isso montou-se um projeto que recebeu a colaboração tanto do IPHAN como do Monumenta, dos técnicos do SEBRAE de Santa Catarina e da ACISFS - Associação Comercial e Industrial de São Francisco do Sul; uma vez concluída a montagem desse projeto encaminhou para o SEBRAE nacional que aprovou e acabou resultando num convênio entre o SEBRAE e a ACISFS. Haverá recursos repassados pelo SEBRAE para os proprietários de imóveis comerciais ou imóveis mistos que forem cadastrados junto a ACISFS, para que esses projetos de revitalização possam ser financiados com esses recursos e daí sim serem apresentados dentro do edital de licitação de imóveis preservados visando a sua efetiva seleção e financiamento pelo Programa Monumenta BID.

Portal Net Babillons
O Projeto Monumenta - BID tem previsão da efetivação de sua missão em São Francisco do Sul para quando?
Frank Dieter Schulze
Conforme já coloquei anteriormente que a UEP - Unidade Executora de Projeto deverá ser extinta após cumprir o cronograma originalmente delineado, a conclusão das implantações acontecerá até o final de 2004. Poderão haver determinadas prorrogações em função de ajustes do cronograma, mas com certeza sendo implantadas todas as ações a UEP será desativada e as ações de continuidade do Projeto deverão ter seqüência com a Prefeitura Municipal de São Francisco do Sul através de um de seus órgãos que deverá ser definido e pelo Fundo Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, mais exatamente pelo Conselho Curador desse fundo.

Portal Net Babillons
Em sua opinião o Projeto Monumenta - BID em São Francisco do Sul trouxe efetiva ajuda para a evolução turística da cidade, considerando que a vocação natural da mesma é o turismo?
Frank Dieter Schulze
Gostaria de dizer que nesse exato momento eu ainda não posso afirmar se já trouxe resultado, mas com certeza as ações depois de implantadas pretendem exatamente isso. Em primeiro lugar melhorar a qualidade de vida da população local, mais especificamente do Centro Histórico e num segundo plano auxiliar a população para que se valha desse enorme potencial que São Francisco do Sul dispõe em relação ao patrimônio histórico, até porque existem outras potencialidades que não estão ligadas diretamente ao Centro Histórico, mas que as ações que estão desenvolvidas dentro dele tem como objetivo maior em primeiro lugar a qualificação do espaço público e privado da população para essa tenha uma qualidade de vida e após sirva de instrumento para desenvolvimento da indústria turística. Então resumindo não posso afirmar que já trouxe resultados, mas sim que o objetivo maior é exatamente este, de poder incrementar a indústria do turismo, este é um dos objetivos do Monumenta.

Portal Net Babillons
Você acredita que Investidores e Empreendedores Brasileiros poderão se interessar em investir na cidade de São Francisco do Sul?
Frank Dieter Schulze
Com toda a certeza, além do fato de já estarem havendo alguns investimentos tanto de capital nacional, como de capital estrangeiro. No momento que São Francisco do Sul conseguir implantar o Programa Monumenta e que uma série de ações já estiverem em curso, com certeza haverá intensificação. Sabe-se que existem mais outros grupos investidores que já estão pesquisando, procurando conhecer a realidade de São Francisco do Sul, com certeza haverá a corrida de capital externo ao município, de empresários nacionais e internacionais para investir na indústria do turismo francisquense.

Portal Net Babillons
Quais as suas impressões a respeito do Portal Net Babillons?
Frank Dieter Schulze
A impressão que tenho é que se trata de um instrumento de extrema eficácia, de uma abrangência enorme e demonstra que uma empresa com objetivo sério, como é o caso da GMG com o Portal Net Babillons que consegue através dessa fantástica ferramenta que é a Internet disponibilizar em termos de mundo a aproximação e a divulgação de ações locais, cidades. Vejo que o Portal Net Babillons faz exatamente isso com as coisas de São Francisco do Sul, com a cidade, suas personalidades, seus filhos ilustres e também possibilita o acesso por parte de uma gama enorme de vários segmentos da sociedade de Santa Catarina, do Brasil e do Mundo o acesso a essas informações que no passado não se tinha como divulgar. A ferramenta da Internet com o trabalho corajoso, audacioso e competente como o da empresa GMG com o Portal Net Babillons, permite que potencialidades desse tipo chegue aos 4 cantos do mundo.

Portal Net Babillons
Deixe um conselho para os Universitários Brasileiros?
Frank Dieter Schulze
O conselho que quero deixar aos Universitários Brasileiros, tem também relação com a preservação de um Patrimônio, que é a língua portuguesa. Tenho percebido através de conversas com jovens, com amigos do meu filho e enfim, com todo esse público, que cada vez mais o jovem brasileiro precisa melhorar o seu vocabulário, precisa ler mais para melhor se expressar e melhor escrever. Então o conselho que eu dou é que lutem contra essa banalidade que determinados veículos de comunicação fazem com a língua portuguesa, onde um personagem que ridiculariza, que enaltece a ignorância, a falta de conhecimento é posto em nivel nacional e passa ser motivo de diversão, quando na verdade deveria ser motivo de tristeza, de vergonha da população. Universidades e todos aqueles setores educacionais deveriam preservar e lutar pelo enaltecimento da língua portuguesa, esse é o conselho que posso deixar, porque começa aí o trabalho de preservação da língua portuguesa.

Portal Net Babillons
O que você acha da instalação de uma Universidade em São Francisco do Sul, considerando que esta cidade fará em 05 de janeiro do ano 2004, 500 Anos?
Frank Dieter Schulze
Eu consigo ver num projeto dessa envergadura o coroamento de uma série de ações, entre elas a implantação do Programa Monumenta e acho que realmente o município da cidade de São Francisco do Sul tem capacidade para criar um Pólo Universitário. Eu sugiro que se tivesse atenção com os cursos a serem oferecidos por essa universidade, que os mesmos se identificassem com as potencialidades da região, do local, que não fossem determinados cursos que já existem a um raio de 50 Km de São Francisco do Sul, mas sim cursos que tenham a ver com as características locais do mar, da natureza, do patrimônio e que podem ser considerados diferenciais em relação a outras universidades. Eu tenho certeza que se isso for observado teremos outra ferramenta essencial para o desenvolvimento de São Francisco do Sul.

Portal Net Babillons
A Internet tem trazido benefícios em sua vida?
Frank Dieter Schulze
Sim, desde o momento que pude descobrir a ferramenta fantástica que é a Internet tanto em termos pessoais como em termos profissionais houve uma redinamização de toda a minha vida e do meu dia-a-dia. Quando muitas vezes você dependente do envio de determinadas informações para qualquer tipo de atividade pessoal ou profissional, o tempo se torna mais valioso e com a Internet os resultados acabaram tendo o seu retorno mais rápido. Com o advento da Internet e o emprego dessa tecnologia, não só no meu caso, mas de todos aqueles que passaram a ter acesso, dinamizou e foi uma revolução pessoal na vida de cada um.

 

São Francisco do Sul - SC, 30 de Maio de 2003.

Índice do Canal.
Página de aberturaÍndice de notícias.

Perfil

Frank Dieter Schulze é catarinense de Indaial e atualmente mora e tem sua empresa de construção civil em Rio do Sul, que também fica no Estado de Santa Catarina.