Abertura
Fale conosco, e-mail, telefone e endereço.
Álvaro de Oliveira Joaquim
Pároco da Igreja Matriz Nossa Senhora da Graça em
São Francisco do Sul - Santa Catarina

Perfil

Padre Álvaro tem natividade Portuguesa, descende de Família humilde e muito Católica. Emigrou de Portugal para o Brasil no ano de 1954 e sua Família instalou-se na Cidade de Apucarana, no Estado do Paraná, nesta época, tinha 11 anos. Ainda em Portugal em Souto da Carpalhosa, na Cidade de Leiria, anos antes, Padre Álvaro já se encantava por um dia poder ser Sacerdote. Um Homem da Fé, um estudioso, nasceu com vocação religiosa e veio ao mundo para professar a palavra do Senhor Deus Pai.
O abnegado religioso, Padre Álvaro, traz consigo uma enorme bagagem de Cultura, Filosofia, Teologia, Pedagogia, Didática Religiosa. Um ser humano que não mede esforços para bem servir o seu rebanho. Já viveu em Portugal, Itália, Estados Unidos e Índia, hoje está no Brasil servindo a Comunidade Católica da Terceira Cidade mais Antiga do Brasil: São Francisco do Sul com 500 Anos, no Estado de Santa Catarina.

Entrevista

Portal Net Babillons
Padre Álvaro, o que representa para o Senhor ser Pároco de uma cidade com 500 Anos?
Padre Álvaro
Olha, creio e sinto que representa em primeiro lugar uma grande responsabilidade para conseguir conciliar duas exigências, a primeira é de manter a tradição; a tradição é uma riqueza, a tradição é uma história sobre a qual a gente constrói uma nova história, não se pode esquecer um alicerce do passado, mas por outro lado nós estamos lidando com gente, a Igreja é feita de pessoas, a Igreja não é de construções materiais embora elas tenham a sua importância, então lidando com pessoas nós temos que nos preocupar em conhecer os problemas delas para poder ajudar e orientar, dar pistas para que elas possam viver a própria vida superando as dificuldades com os instrumentos que a religião pode oferecer.


Foto: GMG
Eros Damiam Pereira, Diretor do Portal Net Babillons, Entrevistando o Padre Álvaro que mostrou ser um humano abnegado e de luz.

Portal Net Babillons
A Igreja Católica nas festividades dos Quinhentos Anos, ainda neste Ano de 2004, fará algum Evento Sacro de Vulto, dado a importância relevante, visto que a própria Igreja Católica faz parte da História de São Francisco do Sul desde a Descoberta em 1504?
Padre Álvaro
Nós não fomos muito interpelados pela comissão dos 500 Anos mas, por nossa conta queremos dar importância a alguns momentos desse ano. A Semana Santa foi uma celebração bem preparada e bem participada pela população; agora queremos reunir a juventude num evento que aparentemente não tem nada a ver com a religião que é o Festival de Música e Dança, mas tem para nós uma importância grande pois queremos reunir a juventude de várias Igrejas, de várias cidades, de várias Comunidades apresentando suas músicas e suas danças, uma maneira da gente colocar ideais mais amplos nos jovens que vivem por circunstância, às vezes, só o momento presente. Depois para a Festa da Padroeira, na qual, este ano, queremos convidar pessoas de fora, provavelmente alguns Bispos que venham concelebrar conosco para que possam abrilhantar assim, com suas presenças para os nossos católicos também dando significado especial à Festa da Padroeira, depois no final do ano por ocasião do Natal queremos ver com os nossos Jovens, para fazerem uma apresentação de Natal.

Portal Net Babillons
Conte-nos um pouco sobre sua Trajetória Religiosa?
Padre Álvaro
Eu nasci em Portugal em um lugarejo bem próximo a Diocese de Fátima, por causa da pobreza da família, meu pai quando a gente era criança se organizou e nós viemos para o Brasil, eu tinha 10 anos na época; passado algum tempo fui estudar no Seminário e depois fui terminar meus estudos em Roma, em seguida voltei para o Brasil e fui ordenado Sacerdote poucos meses depois; me nomearam Diretor em um Colégio bastante grande no Norte do Paraná, Colégio São José, ali fiquei 7 anos depois fui para os Estados Unidos fazer Mestrado, fiquei lá 2 anos e logo após meus Superiores quiseram abrir uma missão na Índia e pediram se eu podia me dispor para este trabalho então fui e fiquei lá durante 7 anos, embora cada ano não fosse completo pelas leis de imigração eu ficava 6 meses e depois tinha que sair; em 1988 fui nomeado Pároco em São Paulo próximo a grande favela Iliopoles que fazia parte da paróquia e ali fiquei 6 anos, em seguida fui para Roma trabalhei na Secretaria Geral da Congregação, nós temos a Secretaria Geral e a Direção Geral em Roma e ali fiquei 6 anos depois voltei para o Brasil e uma feliz coincidência fui trabalhar novamente como Diretor no Colégio São José como quando eu tinha iniciado como Sacerdote, pelas dificuldades que a Escola vinha passando e no ano passado, final de Junho, eu vim para São Francisco do Sul esta cidade maravilhosa.

Portal Net Babillons
O lugar por onde já passou que a fé e a fervorosidade Humana é imensamente grande?
Padre Álvaro
Julgar quem tem mais fé ou menos é difícil, em todos os lugares onde passei eu achei que o povo tem muita fé em Deus, mas o lugar que mais me impressionou pela visibilidade, pela externação da fé nas celebrações foi na Índia, tanto os Católicos como os Hindus, que 82% são da religião Hindu e também os Muçulmanos, lá existe cerca de 15% da população são Muçulmanos, mas eu vi e o que me impressionou mais, foram os Hindus eles vão às outras Igrejas, se um vizinho ou conhecido convida eles vão, participam, demonstram a Fé por Deus mas não sentem a necessidade de mudar de sua Religião, eu achei o Hinduísmo uma Religião bastante interessante e até curiosa porque nos ensina a viver melhor com a nossa Fé.

Portal Net Babillons
O Resgate das Tradições da Cultura Católica no Brasil começa a ser feito. Em sua opinião essa ação comportamental dos Católicos indica o fortalecimento da Fé e Religiosidade?
Padre Álvaro
Eu creio que significa um aprofundamento, pois os nossos Católicos no Brasil sempre viveram de tradição: o Pai foi Católico, o Avó foi Católico, o Bisavô foi Católico e ele é Católico, mas porque foi Batizado, agora talvez este impacto, este choque com outras denominações religiosas que também estão crescendo, estão fazendo com que os Católicos se interessem mais pelos conhecimentos da Bíblia, se interessem mais em saber por exemplo: as partes da Missa, montem grupos de Reflexão, constituam pequenas Comunidades, participem de cursos Bíblicos como nós temos aqui na nossa Paróquia, então eu creio que tudo isto é extremamente útil para que os nossos Católicos também aprofundassem a própria fé e vivenciassem mais esta fé.

Portal Net Babillons
Quais as principais reformas que a Igreja Católica fez nos últimos 50 anos?
Padre Álvaro
Esta é uma pergunta que exigiria um pouco de pesquisa, mas a primeira reforma que eu me lembre foi do Papa Pio XII nos anos 50 a 55 por aí, uma reforma tímida quando ele permitiu que os Católicos pudessem receber a Comunhão na missa da tarde, pois até então para receber a Comunhão você deveria ficar de jejum desde a meia noite até a hora da Comunhão, então fazer isto era uma coisa extremamente difícil. O Papa Pio XII iniciou esta mudança nas Leis da Igreja que eram extremamente rígidas, depois veio o Papa João XXIII um Papa bonachão, alegre, muito simples, filho de trabalhadores rurais, muito carismático. Ele convocou o Concílio Ecumênico Vaticano II que aconteceu de 1962 e se concluiu com o Papa Paulo VI em 8 de dezembro de 1965, este Concílio elaborou com a presença dos Bispos em Roma por várias ocasiões, durante 3 á 4 meses, ocasião esta, que eles ficavam discutindo os problemas da Igreja. O Concílio elaborou várias normas, decretos, novas constituições e uma delas foi significativa, a Reforma Litúrgica embora tenhamos tido uma outra muito importante a Constituição sobre a Igreja, uma nova maneira de ver o que é a Igreja, mas esta, sobre a Liturgia com certeza os mais velhos ainda se lembram, a Missa era toda executada em Latim, o Padre ficava virado para o Altar, de costas para o povo, se voltava poucas para falar tudo em Latim, uma língua que o povo já não mais compreendia em todas as partes do mundo. Hoje nem na Itália o povo entende o Latim, então esta reforma foi fundamental; no início o resultado aparentemente foi negativo, pois as pessoas que são tradicionalistas, entraram em crise por não aceitar inicialmente a mudança na Missa, mas depois com explicações, cursos nas paróquias o povo começou a entender. Hoje não teria significado a missa em Latim porque a Missa, as orações o que a gente diz a Deus tem sentido quando a gente entende o que fala.

Foto: GMG
Eros Damiam Pereira em meio a Entrevista com o Padre Álvaro, descontraidamente, dão boas risadas.

Portal Net Babillons
Padre Álvaro, de alguma forma, o Senhor também participou dessa reforma na Igreja Católica?
Padre Álvaro
Eu por benção celeste estava em Roma durante todo o Conselho então conheci Bispos que estavam lá, acompanhei os debates ferozes por jornal, pois eu estudava naquela época, uns queriam ir além demais, outros querendo frear o caminho que o Espírito Santo mostrou à Igreja, foi muito interessante poder acompanhar tudo isso. Além disso houve ainda algumas reformas de valor mais secundário ou de valor interno, por exemplo, o Novo Código de Direito Canônico que é assim como é a Constituição, o Código de Direito Civil em uma Nação é o Código de Direito Canônico na Igreja; a Reforma da Cúria Romana, o próprio Papa, a maneira como ele se vestia, a Tiara que ele usava na cabeça que o Papa Paulo VI eliminou, a própria Portantina na qual o Papa era carregado de um lugar para outro, isso tudo foi modificado. Os Bispos antigamente usavam umas roupas antiquadas, muito solenes que demonstravam a honorabilidade da pessoa do Bispo mas não significavam nada mais, aliás afastavam um pouco o Bispo do povo, o Bispo de hoje se veste como qualquer outra pessoa, só com uma cruz e o anel aliás antigamente era muito proeminente, hoje não mais.
Hoje tudo foi transformado, sumiu a figura solene, impositiva e até autoritária que assumiam instintivamente as autoridades eclesiásticas, hoje se salienta a figura do Bispo, do Padre que devem ser servidores, estarem sempre a disposição do povo para enfrentar os problemas, auxiliado com sua fé em Deus. Creio que tudo isso foi uma conseqüência sobre uma meditação e reflexão dos documentos do Concílio. A cada 2 a 3 anos são feitas novas reuniões de Bispos para tratar temas específicos, como por exemplo o tratado sobre os Leigos, a integração, a importância, a vocação de leigos na Igreja, coisa que você não via antigamente e hoje se vê Leigos distribuindo a Comunhão, criação de Diáconos, tudo isso foi transformando a Igreja e dando um vulto muito mais humano ao trabalho da Igreja.

Portal Net Babillons
A Fé tem qual significado para o Senhor?
Padre Álvaro
A Fé é uma virtude graças a qual eu converso com Deus. Eu vejo as coisas materiais, o céu, as estrelas um animal unicelular a formiga e em tudo eu vejo a bondade infinita de Deus, a inteligência suprema de Deus, como pode a Terra e o Sol girar constantemente e nunca se chocarem? Para mim Fé é esta visão, é esta crença que em tudo, vejo Deus e ele manifesta em milhões de maneiras o seu imenso amor a nós. Para mim Deus criou tudo isso para nós, Deus deu a máxima importância ao ser humano tanto é que no começo da Bíblia no livro dos Gênesis diz "Que nós fomos feitos a imagem e semelhança de Deus", nós somos pequenos deuses, nós temos um pedacinho de Deus dentro de nós, para usar uma linguagem figurada.
Eu não acredito que haja ser semelhante ao ser humano, ou como dizem Ets, superiores ao ser humano no Mundo, no Universo inteiro Deus fez do homem o Centro, o Senhor Deus fez o Universo inteiro para o homem. Quem sabe um dia a terra vai ser inabitável por tudo que está acontecendo e o ser humano encontre a possibilidade de vida em outro planeta, pois Deus deu esta participação em sua inteligência e conforme os problemas vão surgindo Deus ajuda a encontrar a solução, então pra mim fé é saber que Deus está presente, mesmo nas coisas mais absurdas que se possa imaginar, Deus vai estar lá com paciência, até porque Deus não tem pressa, mas vai dar uma solução para as pessoas chegarem a ele, para as pessoas encontrarem o bem.

Portal Net Babillons
Quais os principais Projetos Sociais mantidos pela Igreja Católica no Brasil?
Padre Álvaro
A Igreja procurou antes criar comunidades, a primeira preocupação foi a de valorizar os grupos de pessoas, fazer com que estas pessoas conversassem sobre a fé, sobre seus problemas, de certa forma as pessoas se desvirtuaram um pouco com a politização, não que a religião não deva ter olhos para política, pois esta palavra vem do grego, pólis que quer dizer cidade, a política deveria ser a melhor administração, ideal de uma cidade, portanto de um país, mas quando este grupo da Igreja começa a falar de política, de partido, perde a finalidade do grupo falar de Deus, as CEBES Comunidades Eclesiais de Base tinham esta finalidade e de fato ajudou muito a Igreja nos 50 e 60. Outra preocupação que surgiu em seguida conforme a nossa condição social encontrada foi a pobreza, a miséria que foi se alastrando pelo o Brasil, a Igreja sempre foi sensível a tudo isto e no começo dos anos 60 surgiu então a Campanha da Fraternidade para criar especialmente nos Católicos a sensibilidade para com os irmãos mais necessitados,mais carentes, com maior dificuldade, então os temas das Campanhas da Fraternidade abrangeram tudo que diz respeito a vida do brasileiro, desde alfabetização até a fome, racismo e todas as temáticas até hoje com o tema da preocupação com a água. A Igreja sempre teve preocupação com escolas, alfabetização, o MOBRAL foi muito defendido e ajudado pelos trabalhos da Igreja, existe uma grande preocupação com os Índios, foi a Igreja que iniciou toda esta reflexão sobre o valor da civilização indígena aqui no Brasil, o abandono que foram deixados os nossos Índios, tanto é que a Igreja criou o Conselho Indígenista Missionário para ir se preocupar com os Índios nos lugares mais distantes e pelo que me lembro a preocupação com os idosos, sobre a juventude, o caminho da juventude, sobre a criança, tudo isto continua sendo preocupação da Igreja.

 

 

 

 

Foto: GMG
Padre Álvaro diz sempre que: "A Religião é um caminho natural para se chegar a Deus"

Portal Net Babillons
Padre Álvaro, fale um pouco sobre os Projetos de restauração e instalação que a Igreja Matriz irá receber em São Francisco do Sul, ainda neste ano de 2004?
Padre Álvaro
Nós estamos com reformas e restauração na Igreja Matriz. Na parte interna superior a secretaria nós pretendemos fazer o Museu Sacro, andamos vendo e temos muita coisa antiga que merece ser colocada em exposição para apreciação na Igreja e já digo em primeira mão: a Inauguração está com data marcada para 15 de novembro, dia da Bandeira, neste ano ainda, embora não tenhamos tudo.

Portal Net Babillons
Como aconteceu a vocação religiosa em sua vida?
Padre Álvaro
A minha vocação foi engraçada, eu era criança e um dia lá em Portugal, na cidade que a gente morava, em uma Aldeia vieram os Capuchinhos pregar e aquilo me encantou, eu era criança, tinha 9 anos, achei bonito a maneira de se falar e ver aquele povo todo ouvindo. Aquilo para mim causou uma impressão muito forte, refleti e contei a minha mãe, dizendo que gostaria de ser Padre um dia, como eles. Foi na época que nós viemos para o Brasil, uma época muito difícil, então se passou algum tempo e eu cutuquei meu pai: lembra que eu falava em ir para o Seminário ser Padre, então um dia meu pai me levou para conversar com o Padre da Paróquia.
Nós morávamos no Brasil em Apucarana, no Paraná viemos de Portugal para morar com um Tio nosso que já morava em Apucarana, nós fomos nos apoiar nele, que já morava ali fazia muito tempo.

Portal Net Babillons
Padre Álvaro e a sua Família?
Padre Álvaro
Infelizmente meu Pai e minha Mãe já faleceram, tenho um irmão na cidade de Apucarana que já trabalhou em banco, em rádio, hoje ele tem uma livraria no centro da cidade e está bem, tem 4 filhas, 3 delas já estão casadas só a última que não, tenho uma irmã mais nova que eu, que também mora em Apucarana, tem 2 filhos, é casada e depois tenho um irmão casula que é gerente de Banco, tem 3 filhos e mora em uma cidade um pouco distante, há uns 150 quilômetros de Apucarana, em uma cidade chamada Santa Cruz de Monte Castelo, também no Paraná.

Portal Net Babillons
Em sua opinião o Ecletismo Ecumênico que acontece na Igreja Católica mais precisamente no Estado da Bahia com os Cultos Afro-Brasileiros trazem quais benefícios para estas comunidades religiosas?
Padre Álvaro
Eu acredito que este ecletismo com os cultos Afro-Brasileiros ajudam a valorização das pessoas que tem no seu íntimo, no seu sangue, na sua cultura e a cultura não é algo exterior a cor da pele, mas sim o modo de sentir, de ser, então a Igreja vai entendendo que tem que dar valor, dar importância à vida destas pessoas, que a fé, a consciência, a vivência destas pessoas faz parte. Então o que acontece na Bahia, no Nordeste, no Rio de Janeiro, em São Paulo deverá acontecer aqui no Sul também, respeitar o irmão que mora ao lado e chegarmos ao ponto, como na Índia, de irmos à Igreja de outras religiões, pois estamos honrando todos o mesmo Deus, porque a maior religião é o ser humano vivo, o que vem depois é uma ajuda, o que vale sou eu com Deus. Certa vez, nos Estados Unidos, fui benzer uma casa e um senhor me disse assim: Padre eu não vou a Igreja nenhuma porque vi erros em todos as Igrejas, então eu tenho a Bíblia na minha casa, rezo todos os dias, falo com Deus mas eu não vou em nenhuma Igreja porque eu já freqüentei inúmeras Igrejas, então ele é um caso excepcional e de certa forma temos que aceitar e compreender uma pessoa assim.

Portal Net Babillons
Padre Álvaro em sua ótica, Deus e as Religiões do Planeta?
Padre Álvaro
Deus ama todos os seres humanos esta é a primeira grande verdade e o ser humano não sabe disto! O ser humano na história das civilizações humanas muitas vezes se questionou vendo as coisas ao seu redor, procurando explicações e sobretudo através dos mais meditativos, dos mais reflexivos chegou a compreender que realmente existe uma divindade, então os seres humanos através destes profetas foram criando as várias religiões, dependendo do lugar, do profeta que sente a necessidade forte, certamente inspirado por Deus é claro, de criar uma religião para ajudar aquela população e assim na história humana foram surgindo as religiões, como sobre o ponto de vista da população de cada Cidade, de cada Estado, de cada País que foi criando a sua Cultura, a sua Arte, nós observamos a arte de um país para o outro, vamos observar a Arte Chinesa é muito diferente da Arte Européia e assim desta forma foram surgindo as diversas religiões, eu acredito nisto.
Nós acreditamos que o Hebraísmo, uma religião de Israel é uma religião revelada por Deus que tem algo a mais do que as outras religiões, mas permanece sendo só mais uma religião e dela descendeu o Cristianismo, quando o Cristo veio ao mundo para redimir toda a humanidade claro que não foi só o Cristianismo, que de fato, ele disse aos os Apóstolos "Ide em todo o Mundo levar o meu Evangelho a toda criatura" e imediatamente lembrando sobretudo o Apóstolo Paulo viajou pelo Mundo todo levando esta religião, esta palavra de Jesus, então resumindo todas as religiões são fruto da inspiração de Deus. A religião é um meio, desculpe se uso a palavra, é só para entender que a religião é um instrumento, um mecanismo para o ser humano individualmente, em grupos, em países, em nações chegarem mais facilmente a Deus.
Mas as religiões não descendem do Cristianismo como por exemplo o Hinduísmo, que descende da Índia, é muito mais velho do que o Cristianismo, outro exemplo Confúcio, o confucionismo ou as religiões do Japão, o Budismo, cada religião faz parte de um país, um determinado ser humano mais meditativo, mais intuido, mais observador, mais sensível espiritualmente, mais sensível interiormente que teve esta inspiração vinda de Deus e ele foi criando núcleos, ensinando as populações que foram atrás dele e se formaram todas as outras religiões.

Foto: GMG
Eros atento ouve Padre Álvaro dizer como a Índia está adiantada no que diz respeito a filosofia religiosa e a fé, onde as outras religiões se visitam.

Portal Net Babillons
Em sua opinião, como o Papa João Paulo vê a Política do Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no Brasil?
Padre Álvaro
Oficialmente eu não tenho conhecimento da posição dele, mas conhecendo um pouco da posição do Papa na Igreja eu acredito que ele também teve uma grande esperança a respeito do Brasil com a eleição do Presidente Lula. Veja, a cada 5 anos os Bispos são obrigados a irem à Roma ter um encontro com o Papa, quando o Bispo chega lá, o Papa já tem um mapa com o país e a diocese da qual é Bispo, então ele já tem todas as informações: quantos Padres, números de pessoas, os problemas daquela diocese, então ele fala concretamente, embasado com aquele Bispo e depois ele reúne por região os Bispos e faz um discurso para todos. Eu tenho visto estes discursos do Papa e em geral existe uma grande preocupação com a Fome, o Papa se preocupa com este problema que é a fome, então tenho impressão que o Presidente Lula é uma grande esperança não de resolver o problema da fome, porque em 4 anos não se consegue resolver este problema, mas pelo menos dar pistas concretas e transitáveis, executáveis, realizáveis para aos poucos darmos uma solução para a Fome. Um exemplo, saindo um pouco, quando meu pai trouxe a família toda para o Brasil, foi porque em Portugal na época do Salazar vivia-se à fome, o povo trabalhava, chegava final do mês, não dava, passava fome, meu pai então vendeu os pedacinhos de terra que tinha, arrumou um dinheirinho para comprar as passagens e nós viemos para o Brasil, naquela época era o El Dourado dos Portugueses que viviam na miséria, hoje é o contrário, eu te pergunto se Portugal pode sair da miséria que é um país muito pequeno menor que Santa Catarina, porque o Brasil não pode sair da miséria? Mas é necessário que uma pessoa tenha esta visão, chame pessoas especializadas e trace linhas para caminhar sobre elas.
Nós esperávamos do Presidente Lula esta firmeza e estas linhas claras, definidas e obrigando o País a caminhar sobre elas e isto não está acontecendo, então creio que o Papa tenha ficado decepcionado também com o Presidente Lula.

Portal Net Babillons
A Igreja Católica tem participado no Governo de Lula de que forma nas negociações dos menos favorecidos e vítimas das circunstâncias sociais no País?
Padre Álvaro
O Presidente Lula como ele tinha sido apoiado na Igreja, na maioria, seja no passado, seja nas últimas eleições, também colocou alguns homens da Igreja, como o Bispo do Estado do Rio de Janeiro, não lembro a região, colocou também o Frei Beto, um grande pensador Dominicano, mas a Igreja como tal está se distanciando do Governo e está criticando, pois não está se levando os bons propósitos de quando estava na campanha eleitoral, eu creio que o Presidente está se deixando levar por interesses outros, ele não tem aquela força, firmeza e talvez não tenha a preparação intelectual para entender no emaranhado de leis e interesses, não tem aquela visão e preparação intelectual para tomar as decisões certas, então eu vejo que o Governo atual embora possua alguns Ministros, muito bem preparados, sinto que no seu conjunto não está sabendo caminhar, falta equilíbrio e falta visão porque para caminhar eu devo saber que rumo tocar e decidir, em termos de rumo nas decisões também está faltando.

Portal Net Babillons
Para a Igreja Católica o que é exatamente Milagre?
Padre Álvaro
Milagre é uma presença diferente nas leis normais da Vida e da Natureza. Milagre é sobretudo a intervenção divina das leis de Deus nas ações Humanas quando esta intervenção redunda em beneficio do filho ou da filha de Deus, então o Milagre é um acontecimento desviado, um exemplo, quando uma criança está caindo na piscina, a mãe percebe, coloca a mão e a criança não cai. Deus muitas vezes coloca a mão na nossa vida porque ele nos ama, nós somos filhos e filhas muito amados por Deus, ele coloca a mão para nos defender, para nos ajudar, é claro que Deus não é o interruptor de luz que eu toco para ligar ou desligar, então não somos nós seres humanos que comandamos Deus, fazendo o nosso pedido de filho magoado, arrependido, certamente Deus olha e se for para o nosso bem Deus opera o milagre. O Padre que tem muita experiência com as pessoas, certamente sabe sobre inúmeros milagres, a gente houve sobre milagres, estes que não são apregoados no Jornal, que não são enviados para o Papa, conhecemos quantos casos de Mães que salvam filhos, casos de pessoas doentes que foram à Igreja, pediram uma intervenção em devoção a um Santo e conseguiram um milagre. Eu nunca esqueço lá em São Paulo do caso de uma senhora que tinha dito: olha eu já fui em 4 ou 5 hospitais com o meu filho e todos os médicos diziam que meu filho iria morrer com este problema de coração, que não havia remédios para esta doença e falaram que meu filho iria durar 6 meses. Padre, meu filho era criança, hoje ele já fez Carreira Militar e saindo do último hospital eu vim aqui nesta Igreja, já vim rezando pelo caminho e rezei: meu Deus o senhor não pode tirar meu filho se ele morrer eu morro com ele de dor, cheguei, me ajoelhei aqui na Igreja e até hoje meu filho está vivo.
O Milagre é um ato de Deus, pois eu demonstro que confio nele, mas tem que existir a fé para eu recorrer a Deus, se realmente acreditar e for para o bem, este Pai certamente vai ajudar o Filho. Eu vi estes Milagres em todas as religiões porque Deus não tem dissensão, em qualquer religião todos são filhos de Deus.

Portal Net Babillons
Fora a Leitura diária Católica, qual a sua preferida?
Padre Álvaro
Eu leio livros do existencialismo, gosto de ler Saramago, Jean Paul Sartre, Kamil mas eu gosto também de livros sobre educação de Içamitiba, Erich Fromm e hoje estou lendo o Barão de Mauá. Quando estive na visita as casas encontrei um senhor que me disse, Padre olhe minha biblioteca este livro do Barão de Mauá é um livro de uma inteligência suprema que ajudou muito nosso País, ele me emprestou e estou lendo.

Foto: GMG
Eros se surpreende com a fantástica História de Vida do Padre Álvaro que já viveu em diversos Países.

Portal Net Babillons
Um Bom Filme na sua Lembrança?
Padre Álvaro
Marcelino Pão e Vinho dos mais antigos, dos mais atuais, gosto dos que mexem com a mente, os de Romam Polansky, O Bebê de Rosemary, gosto de filmes que te obrigam a refletir e pensar.

Portal Net Babillons
A Internet, em sua opinião?
Padre Álvaro
A Internet foi uma fantástica descoberta, que dá possibilidade de fazer com que a cultura chegue a maioria das casas. Que invenção mais rica e popular, ela oferece tudo desde de astronômia, microorganismos, até sonho, literatura tudo o que você quiser encontrar, tudo! É certamente uma riqueza infinita para a humanidade, mas é claro devemos orientar melhor, para saber pesquisar, deveria ter um controle para evitar a pornografia, pois destrói a alma singela das crianças e adolescentes, cada coisa no seu tempo, então eu acho que em parte pode corromper o adolescente, mas a Internet é uma descoberta iluminada do ser humano.

São Francisco do Sul - SC, 15 de Maio de 2004.

VEJA MAIS...

 

Página de aberturaÍndice de notícias.

Índice do Canal.