Abertura
Fale conosco, e-mail, telefone e endereço.

Perfil

Jorginho do Império, Carioca da Gema, Bamba do Samba, saído de Madureira, é Filho de Mano Décio da Viola, um dos Fundadores da Império Serrano, Escola Tradicional do Estado do Rio de Janeiro, do Grupo Especial. Um Ser Humano rico em ginga, musicalidade e simpatia que encanta o Público em seus Shows. Um Grande Amigo dos seus Amigos, fala a linguagem do Povo e da Família. Jorge Antonio Carlos, o Jorginho do Império foi um dos Pioneiros a levar o Carnaval para dentro da Televisão, iniciando a primeira transmissão pela CNT. Respeitado pela Comunidade Nacional do Samba, é Compositor de Categoria, fazendo a Boa Música Brasileira.

Entrevista

Portal Net Babillons
Tudo bem com você Jorginho?
Jorginho
Beleza Puríssima! Estou muito feliz de estar aqui, esta já é a segunda vez que estamos na Cidade, é um prazer sempre renovado. Festa bonita! As coisas estão diferentes da primeira vez que eu estive aqui.

Portal Net Babillons
Jorginho como está a sua Carreira Artística?
Jorginho

Bem, este ano eu estou completando 30 Anos de Carreira Artística, comecei tudo em 1975, de 71 a 75 eu toquei na Banda do Martinho da Vila, trabalhei com ele, a gente viajou o País todo, o Mundo, alguns Países e depois em 1975 tive a oportunidade de gravar um Disco pelo Selo Polidor e exatamente esse Selo foi que me lançou como Cantor Profissional, aí eu comecei a fazer sucesso com a Música chamada na Beira do Mar:
"Na Beira do Mar todo Mundo todo Mundo Brinca, na Beira do Mar...
Na Beira do Mar todo Mundo fica, na Beira do Mar"....
E daí a gente vem seguindo a nossa Carreira até hoje.

Foto: GMG
A Apresentadora do Portal Net Babillons, Ghianny Lopes Pereira ficou extremamente satisfeita pela Entrevista com Jorginho do Império, grande expressão do Samba.

Portal Net Babillons
Jorginho cite um Sambista de Renome digno de Homenagem?
Jorginho
Eu até já falei, o Martinho da Vila era meu ídolo, uma pessoa que eu gostava muito, antes de me tornar Cantor e de repente um dia no Centro do Rio de Janeiro, num lugar distinto, no Tabuleiro da Baiana eu conheci o Martinho da Vila ao vivo e foi nesse dia que ele me convidou para fazer parte do Grupo dele e aí a gente veio até hoje e todos os meus Shows são em Homenagem a ele. Foi aí que começou a Amizade...
"Na minha casa todo mundo é bamba, todo mundo bebe, todo mundo samba"... É, foi assim!

Portal Net Babillons
Jorginho quantos CDs Gravados até hoje?
Jorginho

Bem é o seguinte: LP's são 23 e CD's são 5, o último CD que eu fiz foi um CD gravado ao vivo tem dois anos, que a gente gravou e se chama "Pra Quem Gosta de Samba". A gente reuniu vários Amigos em um estúdio e conseguiu fazer esse CD, realmente com gosto e samba da melhor qualidade, porque tem que marcar, o Samba é uma coisa muito forte e nesse CD a gente tinha o Alamir que é um cara que já tem algumas músicas de sucesso com Zeca Pagodinho, tem também o Roberto Lopes com a música:
"Deixa eu te Amar, faz de conta que eu sou o primeiro..."
Esse foi o grande sucesso do Agepe, tem o Canáro, também um outro Compositor, de sempre, que trabalhou ao lado do Agepe, essas foram as pessoas com quem fizemos esse CD "Pra Quem Gosta de Samba", que foi um CD maravilhoso.


Portal Net Babillons
Jorginho como você é visto hoje no Império Serrano, pela Comunidade Jovem?
Jorginho

Bem, a gente sempre está buscando alguma coisa para oferecer a ele, o Jovem precisa ter as pessoas como ídolos, como referência a nivel de tudo, de comportamento, de estar presente junto ao Jovem para mostrar o caminho que ele deve seguir, o que a gente pensa é isso. O Império Serrano é uma Escola de Samba que há 21 anos atrás criou a Escola de Samba Mirim que hoje é uma coqueluche no Rio de Janeiro, hoje quem abre o Desfile do Carnaval são exatamente essas Crianças, a Escola de Samba do futuro, a nossa é a Império do futuro. O Samba enredo que foi cantado no Carnaval deste ano do Império Serrano, do Marcão e do Marcelo, é samba enredo dos meninos que eram da Império do futuro, então quer dizer há 21 anos atrás eles começaram com a Escola e este ano a Império Serrano desfilou cantando o Samba deles, então para você ver como é forte essa coisa do Jovem lá na Império Serrano.

Portal Net Babillons
Por falar em Império Serrano, o seu Pai foi um dos Fundadores da Escola?
Jorginho

Meu Pai foi um dos Fundadores da Império Serrano, sim! Meu Pai foi o grande Mano Décio da Viola e o primeiro Samba Enredo cantado nas Escolas de Samba foi um Samba feito pelo meu Pai e pelo meu Padrinho, o Penteado:
"Joaquim José da Silva Xavier morreu a 21 de Abril, pela Independência do Brasil, foi traído e não traiu jamais a Inconfidência de Minas Gerais...", esse foi o primeiro Samba cantado em 1948, na Avenida Presidente Vargas, na grande Praça 11.

Portal Net Babillons
Jorginho qual a sua Composição de maior Sucesso?
Jorginho

"Água no Feijão que Chegou mais um, chegou mais um, chegou mais um...
Afina Cavaco e viola, que a remandiola já vai começar
Eu quero ver primeiro quem é partideiro, quem sabe versar
Água no Feijão, Água no Feijão que Chegou mais um..."

Foto:GMG
Descontração, bom humor e cantar pequenas estrofes de músicas foram as palavras chaves dessa Entrevista com Jorginho do Império.

Portal Net Babillons
Jorginho qual a sua Turnê para este ano de 2005?
Jorginho

Nós começamos no Espírito Santo que é um lugar que as pessoas gostam muito de Samba, um lugar de Praia onde também tem muitas Escolas de Samba, depois retornamos a nossa base que é o Rio de Janeiro, onde temos um ponto que até o dia que você for no Rio de Janeiro, estiver de bobeira e quiser ver um Samba de boa qualidade, vai lá no Centro Cultural Memórias do Rio, na Avenida Gomes Freire 289, o telefone de lá para você se ligar é o (21) 2221-5441, aí você vai ver o que é um Samba da melhor qualidade, nós, Jorginho do Império e o Botequim estamos lá toda sexta-feira a partir das 8 horas da noite. Então nós estamos nessa nossa base, lá no Rio, fomos a São Paulo e agora estamos tendo a oportunidade de estar aqui em São Francisco do Sul.

Portal Net Babillons
Jorginho como surgem as Composições de suas Letras de Samba?
Jorginho

Às vezes de uma brincadeira, às vezes de um momento sério, às vezes de uma dor de cotovelo ou até de uma grande dor de amor, são assim que nascem as nossas músicas, de repente quem sabe se a gente aqui fazendo um Show a gente vê alguma coisa que nos interessa ou vem na nossa mente a chave, uma frase que você descola e daquela frase você faz uma grande composição.

Portal Net Babillons
Jorginho, São Francisco do Sul tem 501 Anos de Descoberta, você já conhecia esta Terra Maravilhosa?
Jorginho

Em Joinville existe um camarada chamado Mário Fofoca, eu acho que Mário Fofoca é um dos maiores divulgadores de Santa Catarina, ele é uma pessoa que sempre temos oportunidade de estar juntos, de bater papo, de trocar uma idéia. E o Mário Fofoca sempre fala das grandes Festas de Santa Catarina, ele já teve oportunidade de me trazer em alguns lugares de Santa Catarina para Cantar e apresentar o meu trabalho e foi assim com São Francisco do Sul, ele é Amigo do Bamba, que na época era Secretário de Turismo, e aí foi a grande oportunidade, o Bamba esteve em algum lugar que eu estive Cantando, assistiu um Show que a gente fez, e nos convidou para vir à São Francisco do Sul. Foi um belíssimo Show que fiz aqui em São Francisco do Sul e a agora estamos pela segunda vez na Cidade, eu tenho certeza que no Show nós iremos arrebentar com a boca no balão... se Deus Quiser! É faz 12 Anos, mais ou menos, da primeira vez que estive aqui na Cidade.


Jorginho conta a nossa Apresentadora que também já teve o seu Programa na Televisão e diz ter verdadeiro fascínio pelo Vídeo.

Portal Net Babillons
O Jorginho na Televisão Brasileira?
Jorginho

A Televisão pra mim é um fascínio, é uma coisa que eu tive oportunidade de trabalhar em uma Emissora de Televisão, sou um cara maníaco pelo vídeo, eu gosto, eu tenho as minhas coisas, as minhas câmeras, os meus negócios, gosto de Filmar os meus sobrinhos, as Festas, os Ensaios do Império, gosto dessas coisas porque aprendi trabalhando na Televisão, a importância que tem uma Câmera para você gravar o que se está fazendo e depois ainda ver o resultado daquilo. Eu gosto de trabalhar assim e a Televisão é de uma importância incrível, porque você fala daqui e o Brasil inteiro te vê, olha a magia que é a Televisão e por isso que eu estou muito feliz com vocês aqui.

Portal Net Babillons
Como você vê o Rio de Janeiro deste Terceiro Milênio?
Jorginho

As coisas que me deixam triste no Rio de Janeiro, por exemplo é você não poder andar no Rio com tranqüilidade, isso deixa a gente muito triste, a gente quer falar das belezas do Rio, mas todo mundo conhece a violência do Rio, que é maior do que a sua própria beleza, porque não te dá tranqüilidade e você não pode curtir nada daquilo. Há algum tempo atrás no Rio tinha um lugar, quando eu ia para Barra da Tijuca, eu saía de Madureira com o carro, e dizia vou subir a Muda e pegar o Alto da Tijuca porque é um lugar arborizado, bonito, é um lugar que se você pudesse parar para curtir aquilo ali seria maravilhoso, mas você não tem segurança, isso é ruim, mas é um lugar lindo, as pessoas que fossem ao Rio de Janeiro deveriam conhecer o Alto da Tijuca, mas infelizmente a violência não deixa a gente participar desse tipo de coisa.

Contatos para Show: (0xx47) 34550218
Email do Empresário Mário Fofoca:
mfofoca@brturbo.com.br
Email do Jorginho do Império:
jorginhodoimperio@globo.com



Jorginho do Império este Carismático Sambista que vem da Escola de Samba Império Serrano é dono de uma alegria e simplicidade inconfundíveis.

Portal Net Babillons
A sua atuação como Carnavalesco foi só no Império Serrano ou em outras Escolas também?
Jorginho
Veja bem, o Samba me deu oportunidade para várias coisas, o meu comportamento dentro do Samba, o nome do meu Pai muito forte, o nome da minha Escola também muito forte, o meu trabalho com Martinho da Vila, os Títulos que conquistei no Samba. Em 1959 fui Eleito Pelé do Samba, no Desfile das Escolas de Samba, porque eu, com o Careca e o Jamelão criamos o Trio Pelé do Samba e criamos um futebol imaginário, nós mostramos ali na Presidente Vargas, na Candelária. A gente sem bola jogava muito, sambava mais ainda, então as pessoas iam na porta do Império ver o nosso Show, nós tínhamos Fã Clube, era uma coisa espetacular, então eu cresci dentro desta coisa, da Escola de Samba e a partir daí fui seguindo os meus caminhos. Hoje, por exemplo, trabalho dentro de uma Rádio, tenho um Programa de Samba diário, de segunda a sexta-feira e domingo tenho um Programa Especial que fala de Samba, das Escolas de Samba, dos Bairros das Escolas, a gente vai para Quadra e faz as Entrevistas com a galera. Já em 1990 eu tinha um Programa na Televisão, na TV RIO, era um Programa de 5 minutos, ia lá abria a boca e pum... acabou, já entrava outro negócio. Mas como o Samba é muito envolvente e nós Sambistas somos muito carentes dessa coisa do Veículo de Comunicação com o Samba, eu anunciava "Estou aqui com a Madrinha de Bateria da Padre Miguel" e pum... acabou, aí as pessoas começaram a mandar carta, a ligar para a televisão, começaram a cobrar da TV mais um minutinho, mais um espaço e desses 5 minutos passei a ter um Programa de meia hora, um Programa diário na Televisão.
Aí vieram as oportunidades, pude fazer grandes matérias, tive até a oportunidade de dar oportunidade a outras pessoas e com isso fui abrindo um leque dentro do Samba. Em 1993 fui fazer um Show em um Bloco em São Gonçalo e este Bloco chamava-se Unidos do Porto da Pedra, aí estou lá, os Músicos já haviam chegado na concentração, teve um rapaz que disse: Pai leva, ele ali, para conhecer a Quadra da Escola que nós estamos construindo, então fui conhecer a Quadra e quando nós estávamos voltando para o local onde ia Cantar, o filho do falecido Cego pediu para mostrar as Fantasias que eles tinham, que o Bloco era sério, fui ver essas coisas todas e a conclusão que cheguei: no Rio de Janeiro não tem nada igual a esse Bloco, com a qualidade do trabalho que estão fazendo e de repente, quem sabe, a gente pode mudar essa situação, em vez de ser um bloco e se chamar de Escola de Samba Unidos do Porto da Pedra. Essa coisa aconteceu, porque no ano anterior eu tinha conseguido transmitir o primeiro Desfile das Escolas, por um Canal de Televisão que era a CNT, e estava na CNT junto com o falecido Beneco, uma pessoa maravilhosa, que Deus o tenha! a gente conseguiu fazer a transmissão do Desfile. Quando cheguei na Associação das Escolas de Samba para pedir a inscrição da Unidos do Porto da Pedra como Escola todos os Presidentes das outras Escolas disseram : "O Jorginho merece pelo que ele deu para a gente". Você levar o Desfile das Escolas de Samba do Grupo de Acesso para a Televisão, foi bom demais, porque até então isso não tinha acontecido, a CNT foi a primeira Emissora a transmitir o Desfile. Nós transmitimos durante três anos, hoje ela ainda transmite, foi uma fase, dado a isso trabalhei na União da Ilha do Governador, como Diretor de Geral de Harmonia e Carnaval, durante 5 anos, criamos essa Escola de Samba que hoje é uma potência dentro do Carnaval do Rio de Janeiro, que é a Unidos do Porto da Pedra. Algumas Escolas de Samba já fizeram Samba Enredo em minha Homenagem, eu estou feliz, porque consigo Graças a Deus e Graças aos Amigos fazer alguma coisa pelo Samba.

Foto:GMG
Jorginho do Império diz que na Avenida está sempre, mas como Puxador de Samba já encerrou a carreira, agora só uns Sambas bem mais devagar nos seus Shows.

Portal Net Babillons
Jorginho do Império volta para a Avenida?
Jorginho

Na Avenida estou sempre, agora cantando Samba Enredo eu não quero mais não, em 1996 puxei um Samba no Império, até pela grande Homenagem que a Império fez ao falecido Betinho, que é o Pai da Campanha Contra a Fome, morreu tentando acabar com a Fome, mas ela está aí... É aquele negócio que todo mundo diz: A Fome tem Pressa! A Fome não espera! Então o Império fez este Enredo em Homenagem ao Betinho e um dia eu apareci lá no Ensaio da Império e vi este Samba, alguém já tinha me dito que este Samba ia ganhar, aí na semana seguinte o Presidente Marquinhos me convidou e eu disse que ia ser o Puxador da Império, para mim foi uma glória, um negócio muito legal, a Império escolheu um grande Samba.
"Eu me embalei pra te embalar, no balance balancear
Vem na folia vem, vem, vem,
Chegou á hora de lutar, o meu Império veio cobrar Democracia;
O Povo, o Povo diz Amém é porque tem você de Luz a Iluminar
O moderno Dom Quixote com mente forte vem nos guiar
Um Filho do Verde Esperança não foge à luta, vem lutar, vem lutar...
Então esta letra foi que me levou a cantar o Samba Enredo, e a Império foi muito feliz, foi a última grande colocação que o Império teve no Desfile das Escolas de Samba, tiramos em 5°. Lugar, aí no ano seguinte já foi uma Homenagem ao grande Beto Carrero, que nós fizemos um Samba belíssimo:
"Lá vou eu de Verde e Branco, feliz,
a Serrinha meu encanto, meu País;
Parabéns Carmem Miranda, que conseguiu Oi
Mesmo distante não deixa de ser Brasil."
Fizeram esta Homenagem ao Beto Carrero, depois uma Homenagem à Rua 46 e aí encerrei a minha Carreira como Puxador de Samba Enredo, o meu negócio é mandar uns Sambas muito mais devagar. Se pedem bis eu canto aí nos Shows, canto Samba da União da Ilha, da Viradouro, da Beija-Flor, da Mangueira, da Portela, Vila Isabel, mas na Avenida sinceramente não dá mais.

Portal Net Babillons
A Família do Jorginho do Império?
Jorginho

"Na minha casa todo mundo é bamba, todo mundo bebe, todo mundo Samba"...,
Lá em casa a minha Família é uma Família que às vezes não entende como é que eu sou um Artista sem ser, é porque eu não consigo viver esse mundo de ilusão, de mentiras, de fantasias, esse mundo Artístico, as pessoas se fantasiam muito, em vez das pessoas estarem felizes porque estão vivendo, porque estão entre amigos, não, cada um quer ostentar mais que o outro e o meu mundo não é esse, a minha Família não me ensinou isso.
A minha Família é numerosa está todo mundo ali, junto, agarrado, embolado e misturado que é o tema do meu Programa na Rádio Carioca lá no Rio, que eu falo sempre, então eu cresci assim e o único Artista assim que é meu Ídolo realmente, é o Martinho da Vila, mas o único Artista que eu consigo ligar, me encontrar, montar um Show é o Ataulfo Alves Júnior porque eu tenho impressão que o Ataulfo e o Mano Décio eles viviam uma vida totalmente diferente da vida do Artista. O Artista é muita coisa, gosta de andar muito fantasiado, muito vestido, um tem mais que o outro e isso às vezes me chateia.
Eu não tenho filhos, mas dizem que eu tenho alguns por aí!

Foto: GMG
Jorginho que vem do Rio de Janeiro, mais precisamente de Madureira, fala com orgulho da sua terra natal.

Portal Net Babillons
Jorginho você é natural de onde?
Jorginho

Eu sou natural do Rio de Janeiro, Madureira é como se fosse uma Cidade, tem um dos maiores Comércios do Rio de Janeiro, o Comércio de Madureira se junta com o Comércio de Rocha Miranda, de Coelho Neto, de Encantado, da Piedade, de Casca Dura, do Irajá, é um negócio que você tá andando assim, anda no Comércio e daqui a pouco pensa, já está em outro bairro e nada, é Madureira ainda. Eu tenho orgulho desse bairro, de ser Madureirense, sou muito feliz de morar num lugar maravilhoso assim.

Portal Net Babillons
Já que somos um Veículo de Comunicação na Internet, qual a importância da Internet na sua Vida?
Jorginho

Meu Deus, na minha Vida não! na vida do Mundo, eu uso Internet mesmo não sabendo mexer em nada, mas do meu lado sempre tem alguém que sabe mexer e me ajuda, as minhas Sobrinhas, o Produtor do meu Programa, as Secretárias lá da Rádio, os meus Amigos e quando eu tenho necessidade essas pessoas sempre estão ao meu lado e não me deixam faltar nada.

Portal Net Babillons
Deixe o seu Recado para o Portal Net Babillons?
Jorginho

Olha se eu fosse vocês nunca desligava, nunca desconectava do Portal Net Babillons, ficava sempre ligado aqui, nestas Mulheres maravilhosas, com perguntas muito inteligentes, é assim que a gente tem que ficar, no meio de pessoas maravilhosas. Obrigada, valeu, gostei muito da Entrevista Ghianny e você veio até de verde e branco para me Homenagear, para Homenagear a Império Serrano!


Jorginho do Império despede-se da Apresentadora Ghianny, agradece a oportunidade e lembra mais uma vez que a Apresentadora estava vestida de Verde e Branco, as cores da Escola de Samba Império Serrano.

VEJA MAIS...



Portal Net Baillons, 20 de Abril de 2005.

Página de aberturaÍndice de notícias.

Índice do Canal.
Jorginho do Império
Cantor, Compositor e Sambista