Abertura
Conheça a GMG.
Fale conosco, e-mail, telefone e endereço.
Índice do Canal.
Homenageado
Dr. Mário Maranhão
Cardiologista e Presidente da World Heart Federation

Perfil

Mário Fernando de Camargo Maranhão é Médico Cardiologista de destaque Internacional que defende a melhor condição comportamental física e mental do Homem, através exercícios físicos leves e diários, com reeducação alimentar.
Este Homem especializado é um excelente exemplo de Brasileiro estudioso e dedicado; é sucesso no Brasil e muito respeitado Internacionalmente como Autoridade em seu campo, onde se fale sobre os avanços da medicina.
A sua intelectualidade e performance profissional levaram-no a galgar espaços, até ocupar a cadeira da Presidência da World Heart Federation, uma das organizações mais respeitadas do Mundo, que fica em Genebra, na Suiça.
Pai, Marido e Médico exemplar dedica sua vida a estudar e difundir a longevidade do ser Humano, com mais qualidade de Vida, para se envelhecer com Boa Saúde.

Entrevista


Dr. Mário Maranhão, conceituado Médico Cardiologista é entrevistado por Eros Damiam Pereira, Diretor da Agência GMG e PortalNet Babillons.

Dr. Mário Maranhão
Nós estamos aqui para falar, não de doença, mas sim de saúde e de como as pessoas podem ter saúde, manter a saúde, recuperar a saúde, poder viver mais tempo, mais anos bem vividos, retardar o envelhecimento, conservar ao máximo a jovialidade, se afastar das doenças e ficar longe dos remédios, eu acho que tem alguns conselhos que poderemos trazer aqui para as pessoas, ensinando como elas podem ter uma vida saudável, tendo hábitos saudáveis.

Portal NetBabillons
A vida moderna tem contribuído para causar ou agravar as doenças do coração?
Dr. Mário Maranhão

Seguramente Eros, as doenças do coração são hoje no Brasil e no Mundo as que ocupam a liderança em mortalidade e incapacidade física e as doenças do coração, desmistificando certos conceitos que seriam de pessoas abastadas, de pessoas ricas, pessoas de classe social elevada, vivendo em países mais desenvolvidos, hoje elas praticamente, democraticamente, afetam toda a humanidade e 80% das doenças do coração ocorrem hoje em países em desenvolvimento, países de baixa e média economia. Qual é a causa do surgimento ou aparecimento preocupante das doenças cardiovasculares do nosso País e do Mundo? Seguramente começando pelo progresso e desenvolvimento na urbanização e a globalização, que trouxeram ao largo de todas as conquistas que as pessoas hoje tem, facilidade para suas vidas, mais conforto, trazem também as conseqüências dessa maneira global de que as pessoas hoje tem, um estilo de vida totalmente inadequado. Eu falo em minhas palestras que, infelizmente, países como o nosso de grandes populações, na Ásia, como a China e a Índia, apesar de suas tradições culturais milenares e seus hábitos também e filosofias, passaram a adotar um modelo americano, não de viver, mas de morrer, portanto hoje, eu posso dizer que as doenças cardiovasculares e não só elas, mas todas as doenças devido aos hábitos inadequados, vem aumentado progressivamente devido a três fatores básicos: a má alimentação, a falta de atividades físicas e o hábito de fumar.

Portal NetBabillons
Doutor Mário, quais os fatores que mais contribuem para as doenças cardíacas?
Dr. Mário Maranhão
Apenas para ressaltar, eu falo da importância que as pessoas devem observar aos hábitos saudáveis, começando por uma alimentação o mais natural possível, orgânica de preferência, multicolorida, refeições feitas em ambientes tranqüilos, priorizando frutas, verduras, legumes, fibras, grãos integrais e menos carne vermelha, evitando excessos de gordura, açúcar e sal. Esse tipo de alimentação também pode ser enriquecido por alimentos chamados funcionais ou chamados alimentos ultraceuticos, que são nutritivos e também podem colaborar para prevenir e controlar uma série de doenças e enfermidades, e enfatizar também a necessidade de uma atividade física prazerosa, como a caminhada sem andar forçado, andar de bicicleta, claro que de modo gradual e progressivo, mas eu falo também da atividade física que é cumulativa no final do dia, de você trabalhar no quintal, dançar, passear com o seu animal de estimação, se movimentar e em terceiro lugar seguramente dentro das práticas que são hoje condenáveis, uma delas é o tabagismo e o Brasil recentemente confirmou a sua adesão na Conferência Magna de controle ao tabagismo na qual ele foi o País líder, através do seu programa de controle do cigarro no País, e realmente nós esperamos que os Jovens possam se mirar dentro desse panorama de que realmente as doenças cardíacas e outras doenças como diabetes, obesidade que estão crescendo muito, de maneira epidêmica no Mundo, elas podem ser facilmente controláveis por essas praticas que são muito simples e fáceis de serem seguidas.

Portal NetBabillons
Doutor Mário, como é Presidir a World Heart Federation - Federação Mundial de Cardiologia?
Dr. Mário Maranhão
Bom, a Federação Mundial de Cardiologia congrega todas as entidades ligadas a área cardiovascular de todo o Mundo. São mais de 180 Sociedades e Fundações de Cardiologia e a sede está em Genebra. Nós chegamos a Presidência da Federação Mundial depois de cumprir uma carreira que começou pela Sociedade de Cardiologia do Paraná, depois a Sociedade Brasileira de Cardiologia, depois a Interamericana e finalmente a Federação Mundial, foi uma trajetória de cerca de 20 anos, em que nós realmente nos empenhamos para poder divulgar e especificamente não só para os Médicos, mas para a Comunidade e População de modo geral e também aos Governos a necessidade de um alerta e controle maior das Doenças Cardiovasculares que são aquelas que definitivamente, mais matam e incapacitam no Brasil e no Mundo. Praticamente foi o coroamento de uma carreira e antes de Presidir a Federação Mundial cheguei a organizar aqui no Brasil além de Congressos Brasileiros e Interamericano, o Congresso Mundial de Cardiologia em 1998, na cidade do Rio de Janeiro, que foi o maior Evento Médico jamais realizado em nosso País, que congregou cerca de 31.000 pessoas, a maior parte das quais especialista da área da Cardiologia e da saúde, ligados ao coração. Foi um segundo grande evento realizado no Rio de Janeiro, até então, somente suplantado pela Conferência Eco 92, também ocorrida naquela Cidade.

Foto: GMG
Profissional gabaritado, Dr. Mário Maranhão nos dá conselhos acerca do bom trato ao coração, mas principalmente de como cuidar da saúde, como um todo, para se ter mais longevidade.

Portal NetBabillons
Qual o seu conselho para se ter uma vida mais saudável?
Dr. Mário Maranhão
Eu acho que além da alimentação saudável, da atividade física prazerosa e do controle sob os fatores de risco, que aí inclui, não só o cigarro, mas o colesterol, o problema do diabete, da glicemia; as pessoas devem evitar o sedentarismo, portanto fazer atividade física controlando sempre o peso e também procurar controlar o stress, que é o nosso companheiro do dia-a-dia, a vida seria melhor se vivêssemos sem stress, nós temos que tentar por em prática similares, como que as civilizações orientais adotaram há muito tempo, como por exemplo os exercícios de relaxamento, de alongamento: o Yôga, a Meditação, o Tai-Chi, e ter uma atitude mental positiva, são ferramentas. As pessoas que tem uma atitude mental positiva, que são alegres, que estão de bem com a vida, elas adoecem menos e vivem mais, enquanto aquelas pessoas negativas, as que são amargas, estas adoecem mais freqüentemente e vivem, conseqüentemente menos.

Portal NetBabillons
Doutor Mário, em sua opinião, qual o País que melhor trata da saúde do seu Povo?
Dr. Mário Maranhão
Essa pergunta pode ser respondida de duas maneiras, se você me perguntar qual o País que mais investe em Assistência Média, são os Estados Unidos; seguido dos Países Escandinavos, Canadá, Austrália, Nova Zelândia, Países da Europa Ocidental, naturalmente Países de Primeiro Mundo, como o Japão. Agora mesmo nesses Países não existem recursos 100% na área de equipamentos, hospitais, equipes médicas e mesmo financiamento para você oferecer a toda a população, toda essa Medicina altamente sofisticada e especializada e que avançou e progrediu muitos, nos últimos anos, então, às vezes eu gosto de fazer um paralelo, Países que tem menos recursos comparativamente, acabam tratando melhor, porque você não pode se esquecer que ao lado de você tratar um corpo, você tem que tratar a mente e a alma do indivíduo, então eu acho que hoje existe um conceito Holístico que é bem diferente daquele conceito Cartesiano que nos ensinaram nos bancos acadêmicos. A Medicina hoje trata o corpo e a mente, que são indissociáveis e o estilo de vida saudável passa pelo bem estar físico, mental, emocional, ambiental, ocupacional pelo espiritual e fazendo um conjunto, que faz com que a pessoa possa se considerar saudável, e ao lado da criatividade; nós temos aqui no nosso País exemplos notáveis de criatividade, inclusive em uma época muito difícil quando as exportações estavam proibidas, e os equipamentos importados custavam muito dinheiro, algumas instituições no Brasil passaram a fabricar válvulas, marca- passos, desfibriladores, equipamentos para permitir na cirurgia uma circulação extra-corpória, de maneira que eu acho que o Brasil, por exemplo, ocupa uma posição de liderança da área da Cardiologia Internacional, não perdendo em nada para os Países mais desenvolvidos, e a Medicina que se pratica aqui, em nosso País, é de Primeiro Mundo.

Foto: GMG
O Médico Cardiologista, Dr. Mário Maranhão confirma ao Publicitário Eros Damiam Pereira que o stress é um dos fatores, da vida moderna, que agrava os problemas cardíacos, ceifando vidas e que uma atitude mental positiva ajuda a ter boa saúde.

Portal NetBabillons
Doutor Mário, deixe um conselho para o Universitário Brasileiro?
Dr. Mário Maranhão
Eu acho que o Brasil, como em todo o Mundo, a Educação, de um modo geral, vem sofrendo alguns percalços no sentido de que se perdeu um pouco nos últimos anos, uma certa formalidade, ou melhor, responsabilidade não só nos Cursos Universitário de modo geral, mas especialmente no ensino médico, porque hoje nós temos um exemplo na área da Medicina, de que estamos formando médicos despreparados, existe um excesso de Faculdades de Medicina, muitas vezes essas Faculdades não tem atributos e qualificações necessárias para a formação médica, os Professores muitas vezes não tem a titulação adequada, e faltam Hospitais Escolas que possam então ser um local de ensino médico. Existe o Conselho Federal de Educação que fiscaliza, o Conselho Nacional de Saúde e outras entidades profissionais que procuram tentar colaborar e ajustar, mas, muitas vezes a decisão de se abrir uma Escola de Medicina não é técnica e sim política, e nós estávamos vendo que apesar da oposição de se abrir mais Escolas Médicas no Brasil, este fato está acontecendo quase que mensalmente, uma, duas ou três escolas são abertas no território brasileiro. Agora para o Universitário é preciso que ele realmente se dedique aos estudos, tenha fé, procure naturalmente aquele aprimoramento que é indispensável, aquele conhecimento que é adquirido apenas com a prática, freqüentar bons serviços, bons Hospitais e naturalmente ter condições para poder depois de formado fazer uma Residência Médica, após uma Especialização para que ele possa competir no campo profissional que hoje é muito difícil para os novos médicos e outros novos profissionais que se formam nos vários Cursos Universitários que estão à disposição.

Portal NetBabillons
Existe alguma lista demonstrativa, onde aparecem os Países que mais têm incidência com problemas cardíacos?
Dr. Mário Maranhão
Olha curiosamente, existem vários estudos epidemiológicos realizados nos últimos 50 anos que indicaram claramente que os Países mais desenvolvidos eram naquela época e até pouco tempo os Países de maior incidência das doenças cardiovasculares, até pelo fato de que o estilo de vida inadequado começou em Países como os Estados Unidos e Reino Unido. Depois da Segunda Guerra Mundial houve um surto de progresso, um surto em que as pessoas tinham mais facilidade para se alimentarem com produtos até então saudáveis. Todos os progressos que fazem com que o homem hoje se torne tão sedentário: o automóvel, a televisão, o controle remoto, o telefone, depois o computador, até mesmo os disk-pizza, tudo isso que veio a facilitar a nossa vida, vem conspirando contra, mas os Países que classicamente eram os campeões em doenças cardiovasculares, os Países Escandinavos, o Reino Unido e Países da Europa Central, como a Rússia e todos aqueles Países que estavam sobre a esfera da dominação União Soviética que hoje estão livres; essa sintomatologia também estava ligada ao stress e toda a desesperança e a alimentação muito gordurosa, muitas frituras, carnes, embutidos, a gente mais ou menos conhece a dieta dos Países Nórdicos e dos Países da Europa Central. Os Países que tem menos incidência de doenças cardiovasculares são Países banhados pelo Mediterrâneo, então existe aquela velha história de que os Países do Mediterrâneo as pessoas têm um espírito mais alegre, um estilo de vida mais relaxado, fazem a cesta depois do almoço e a alimentação também é muito rica em peixes, verduras, legumes, óleo de oliva; podemos até falar do vinho tinto é um famoso paradoxo francês ou a dieta mediterrânea, e os Países Orientais, como o Japão, a China e aqueles Países que banham o Pacífico, eles também comem muito peixe, algas, muitos alimentos integrais, proteína de soja, soja in natura e esses Países ao lado, também, de uma filosofia de vida que os aproxima muito mais, digamos assim, daquele estado zen, esses Países tem muito menos doenças cardíacas. Nas minhas Palestras eu sempre digo que as populações orientais encontraram há muito tempo o segredo da longevidade.

Portal NetBabillons
Doutor Mário, o Senhor como pessoa super requisitada, com andanças pelo Brasil e Exterior, ainda lhe sobra tempo para tratar da saúde?
Dr. Mário Maranhão
Seguramente! Eu sou o tipo do pregador que prática aquilo que prega 100%, a minha dieta é saudável, sendo 90% vegetariana, eu pratico exercício físico todos os dias e procuro manter uma atitude mais positiva procurando ver as coisas boas e me afastando das coisas que realmente não merecem a minha atenção, e seria muito complicado, se em todas as minhas Palestras que faço no Brasil e no Exterior eu tivesse um comportamento diferente.


O Dr. Mário Fernando de Camargo Maranhão cita que a Medicina praticada no Brasil é de primeiro Mundo e alerta aos universitários brasileiros para que estudem muito, se dediquem e se aprimorem fazendo principalmente Especializações, pois Medicina é um campo altamente competitivo.

Portal NetBabillons
O Dr. já conhecia São Francisco do Sul?
Dr. Mário Maranhão
Conhecia, eu considero São Francisco do Sul uma das nossas pérolas do nosso Colonialismo e tem Praias belíssimas aqui no Litoral; eu muitas vezes vim aqui à Praia da Enseada, até antes da chegada da Petrobrás ou do progresso que viesse trazer alguns problemas para a própria cidade, mas São Francisco do Sul é uma Cidade considerada hoje; é uma cidade que tem uma tradição e com um Litoral realmente muito bonito, outras Praias também bem conhecidas, como o Capri, tenho alguns amigos que tem casa lá, e muitas vezes eu fico do outro lado da Baía Babitonga, na Vila da Glória (parte continental) portanto, eu sou um admirador de São Francisco do Sul e seus arredores.

Portal NetBabillons
Doutor Mário existe alguma pesquisa, onde mostre, no Brasil, qual a Classe Social que mais sofre de problemas cardíacos?
Dr. Mário Maranhão
Eu já falei que as doenças do coração hoje atingem toda a população de uma maneira muito democrática, não existindo barreiras geográficas, sociais, de sexo ou idade. Mas na realidade as mulheres hoje, ou melhor, a partir do seu manifesto de liberalização na década de 50,60 o advento da pílula anticoncepcional, e ao lado dela a cópia do pior lado do estilo de vida masculino: fumar, stress, falta de atividades físicas; eu digo hoje nas minhas Entrevistas e Palestras que as mulheres são companheiras, de nós homens, até nas doenças coronárias, ou mesmo no infarto. Curiosamente as doenças do coração eram consideradas atributos dos homens maduros com mais de 65 anos de idade, pessoas que tivessem uma classe social mais abastada, acesso a um consumo mais exagerado, mas na realidade não é isso que nós estamos vendo hoje , executivos homens e mulheres, entre 30 e 50 anos, são acometidos. Hoje o elevado grau de stress, a falta de atividade física e a alimentação inadequada estão fazendo com que se baixe a faixa etária para o aparecimento de doenças, não só cardiovasculares, mas de diabetes, obesidade, até o próprio câncer, e nós dizemos hoje que o estilo de vida que os adultos levam está sendo copiado pelas crianças, que também se tornaram sedentárias, elas também preferem um fast food, é a geração Mac Donald's e Coca-Cola, elas não fazem atividades físicas, se alimentam mal e a gente tem visto com muita preocupação o crescimento de problemas ligados ao colesterol com taxas muito elevadas, diabetes, obesidade em crianças e adolescentes, fato em que a gente não via há cerca de 10, 15, 20 anos atrás.

Portal NetBabillons
Doutor Mário, quem tem mais problemas cardíacos hoje - o Homem ou a Mulher?
Dr. Mário Maranhão
No tempo que eu estava nos bancos escolares, as pessoas diziam que as mulheres não tinham problemas de ataque cardíaco, enfarto do miocárdio, porque elas eram protegidas pelos hormônios e que as doenças do coração eram dos homens maduros, mas sabemos hoje que a mulher partiu do climatério, dos 35 - 40 anos, ela começa a perder essa proteção e quando atinge a menopausa já estão niveladas, digamos assim, aos homens. Antes da menopausa a incidência de doenças do coração é de uma mulher para três homens, com a menopausa essa proporção se iguala e como as mulheres vivem um pouco mais que os homens, tendo uma expectativa um pouco maior na terceira idade, as mulheres têm maior incidência de problemas de coração do que o homem.
Mas na realidade hoje o homem e a mulher estão mais ou menos nivelados porque a mulher ocupou com muita justiça todos os espaços da sociedade à frente do trabalho e apenas lamentamos que ela tenha copiado esse estilo de vida masculino, que não era o melhor exemplo para ser adotado, e elas estão pagando um tributo por isso. Tudo isso se deve também ao fato da mulher ter se tornado mais competitiva e por ter menos tempo, hoje ela não tem muito tempo para se alimentar adequadamente, tem o problema do cigarro, porque hoje as mulheres estão fumando mais que os homens, proporcionalmente, principalmente as adolescentes e ainda tem um aspecto que a mulher além de trabalhar fora, ela não deixa de ser dona de casa, mãe, esposa, então acumulou a dupla, tripla jornada. Elas muitas vezes são as responsáveis pela educação e saúde dos filhos e muitas vezes ainda pela saúde de pais idosos ou mesmo do marido, quando não são chefes de família e tem que prover toda a subsistência para a sua família.

 

Foto: GMG
Dr. Mário Maranhão diz, com propriedade, que termos uma alimentação saudável, fazermos alguma atividade física e evitando, principalmente, o cigarro, não condições básicas para ser ter uma vida mais longa e com qualidade.

Portal NetBabillons
Doutor Mário, em sua opinião, cite 03 Profissionais Nacionais na área de Saúde, condignos e merecedores de homenagem?
Dr. Mário Maranhão
Bom, na área da Saúde o Brasil tem se responsabilizado em algumas especialidades médicas principalmente na área da cardiologia e na cirurgia cardiovascular eu sempre lembro do Professor Zerbini, já falecido, que foi o autor do primeiro transplante realizado, ele foi pioneiro no Brasil e um dos primeiros no mundo a fazer transplante de coração, nós temos aí nessa área o Dr. Adib Jatene, que foi Ministro da Saúde por duas oportunidades, que é um Professor Emérito da USP -Universidade de São Paulo, hoje tem uma Fundação com o nome dele, a Fundação Adib Jatene, é uma pessoa que realmente tem procurado trabalhar nos últimos anos para uma saúde integral, uma saúde da família, que é um projeto que hoje ele toca no Estado de São Paulo, através da Secretaria de Saúde. Nós temos um outro exemplo, o Professor Ivo Pitangui, que criou uma Escola de Cirurgia Plástica que é modelo, ele hoje tem uma legião de discípulos no Brasil e no Mundo, é um profissional altamente competente e poderia também citar no campo da retro educação, a física, Aluísio Campos da Paz que, em Brasília, dirige há 40 anos o Hospital Sara Kubitscheck, que é modelo também no Brasil e no Mundo para a reabilitação física, é um grande profissional, que realmente dispensa maiores elogios.

Portal NetBabillons
Doutor Mário, em sua opinião, o Governo Brasileiro tem investido corretamente no setor da saúde do País?
Dr. Mário Maranhão
O Governo Brasileiro, ou melhor, a Saúde Pública é de responsabilidade do Governo, infelizmente o País não tem todos os recursos para investir em saúde pública para dar uma cobertura equânime a todos os segmentos da população, nós temos setores do Governo que oferecem tratamentos, diagnósticos a altura dos melhores centros do mundo, estes são geralmente Hospitais Universitários ligados as Universidades ou Instituições com fundações na área da medicina. O que o Governo Brasileiro tem feito de bom nos últimos tempos são essas Campanhas, não só de Vacinação contra Paralisia Infantil, Poliomelite, que é um programa internacional, ligado aos Rotary Clubes, como também a vacinação das crianças em geral, as Campanhas para detecção precoce do Câncer Uterino da Mulher, o Câncer de Mama, também o problema do Diabetes, que é um programa muito interessante do Governo Brasileiro, todo o trabalho desenvolvido a respeito da AIDS, do HIV, que é um programa modelo para Países em Desenvolvimento; o Brasil inclusive financia todo o tratamento para o HIV, e também o problema de controle do Tabagismo, que o Brasil tem uma das melhores legislações do mundo inteiro para adequar o hábito de fumar colocando limites a sua comercialização e a sua utilização em ambientes fechados e públicos, de modo que hoje o Brasil em Saúde Pública tem uma liderança entre os Países em Desenvolvimento, portanto, é bastante elogiado quanto a isto.

Foto: GMG
O Cardiologista, Dr. Mário Maranhão, falou ao Diretor da Agência GMG e Portal NetBabillons, que os Programas de Vacinação e trato com a Saúde Pública, do Brasil, são modelos nos países em desenvolvimento.

Portal NetBabillons
O que há de mais novo, que tenha sido descoberto e desenvolvido para o trato das Patologias Vasculares?
Dr. Mário Maranhão
Olha seguramente o transplante de células, de medula óssea, de células tronco, que servem para várias especialidades e na área cardiovascular nós temos notado que é um campo que está progredindo e caminhando a passos largos. Nós temos no Brasil já grupos que estão utilizando transplante de células miócitos, são células de músculos que são retirados da perna e são implantados no coração, já existem grupos em São Paulo, no Rio de Janeiro, na Bahia, em Pernambuco e no Estado do Paraná, nós temos na Pontifícia Universidade Católica grupos que estão trabalhando com o transplantes de células e também em alguns Hospitais privados. É um campo que realmente vêm para revolucionar a medicina de uma maneira ampla, que na área da Cardiologia será seguramente a grande vedete para as próximas décadas, tanto as células troncos e células miócitos que são retiradas do músculo e implantados no coração.

Portal NetBabillons
Esse trato já vem sendo desenvolvido, na prática, no Brasil ou ainda não?
Dr. Mário Maranhão
Em nível experimental já há vários anos, mas recentemente, de meio ano para cá o Ministério da Saúde credenciou diversos Hospitais do Brasil que já estão desenvolvendo, ainda que de maneira limitada, esse implante na área da Cardiologia, nós temos isso para doenças coronárias, isquêmicas, para os casos de coração muito dilatado que levam a doenças cardíacas, e tem grupos inclusive que estão focalizando seus estudos na doença de Chagas; então já existem os trabalhos pilotos, estão sendo selecionados os pacientes para entrarem no programa mais intensivo do Hospital das Clínicas de São Paulo, no Pró-Cardíaco do Rio de Janeiro, em Curitiba já em dois Hospitais e seguramente vocês irão escutar muito sobre isso nos próximos meses e anos. Ainda são resultados preliminares nesses programas, mas as expectativas são grandes e eu acredito que seja uma técnica revolucionária e que vai trazer muitos benefícios aos pacientes com doenças cardiovasculares e também em outras áreas em que as técnicas se apliquem.

Portal NetBabillons
Em sua opinião, quem é o ícone maior do planeta na Cardiologia?
Dr. Mário Maranhão
Olha, é uma pergunta muito abrangente, difícil de selecionar um indivíduo, mas a Cardiologia tem uma série de profissionais que estão se dedicando muito seriamente para o diagnóstico e tratamento das doenças cardiovasculares isso no Brasil e no Exterior e eu diria que existem alguns profissionais como, por exemplo, nos Estados Unidos, o atual Presidente da Federação Mundial de Cardiologia, o Dr. Valentin Fuster, ele é originário de Barcelona, mas está há muitos anos nos Estados Unidos e está trabalhando hoje em Nova York no Hospital Mount Sinai, o Dr. Fuster vem contribuindo de uma maneira constante e significativa para o melhor conhecimento das doenças que envolvem o endotérmio vascular que é aquela camada interna, intima que recobre as artérias, onde ocorrem todos os processos que levam ao depósito de gordura , a formação de placas, a arteriosclerose, formação de coágulos e portanto chamados de síndromes isquêmicos agudos, a isquemia miocárdica, a angina do peito, o infarto do miocárdio. O Dr. Fuster, hoje, é o Cardiologista mais citado no Mundo todo, mas assim mesmo tivemos outros em outras épocas, até um Cirurgião Brasileiro, o Dr. Randas Vilela Batista que idealizou a cirurgia de Ventriculectomia,
apresentando uma técnica revolucionária de cardio, miocárdio bioplastia, ele realizou uma cirurgia que reduzia o tamanho do coração e se devolvia a forma anatômica do coração, isso no caso de coração muito dilatado e como alternativa de transplante cardíaco. Ele durante a metade da década de 90, durante uns 4 a 5 anos foi o Cirurgião Cardiovascular mais citado no exterior. Hoje a técnica dele perdeu um pouco a sua importância, mas vale salientar que nós tivemos a questão de 10 a 15 anos um Médico Brasileiro que despontou e foi uma das pessoas que mais contribuiu na área da Cardiologia e da Cirurgia.

Foto: GMG
Dr. Mário Maranhão, Presidente da World Heart Federation, citou ao Publicitário Eros Damiam Pereira que hoje as mulheres estão caminhando lado a lado dos homens no que se refere a problemas coronárianos e isto se deve a dupla, tripla jornada realizada pela mulher atualmente.

Portal NetBabillons
Existem ditos e ditos populares desde a antiguidade sobre o Vinho e o Whisky, que dizem conservar a saúde e ajudar a desobstruir as coronárias, se ingerido moderadamente todos os dias, isso procede?
Dr. Mário Maranhão
É sabido do feito benéfico, do uso muito moderado do álcool para a prevenção de doenças cardíacas. O vinho tinto seco, este que vem da uva preta, ele tem propriedades antioxidantes que podem ajudar a prevenir e controlar algumas doenças, inclusive as cardíacas. Faz parte da dieta mediterrânea, que já foi citado anteriormente, porque as populações do sul da França, da Itália, da Espanha, da Grécia têm o hábito de adicionar uma taça de vinho às refeições como alimento, mas o benefício do vinho vem por uma substância chamada "Resveratrol" que está contida na casca da uva preta, então se você comer a uva preta ou usar o suco da uva preta, inclusive aqui, a região é rica neste suco de uva, vocês poderão ter o mesmo beneficio que o próprio vinho, sem que possamos correr o risco de ao indicar uma taça de vinho, sermos mal interpretados, e as pessoas se aproveitarem disso, que teriam o aval do seu médico para beber fora do controle, que não é o nosso caso.

Portal NetBabillons
Doutor Mário, qual o caso clínico mais raro e difícil na Cardiologia, com o qual se tenha deparado?
Dr. Mário Maranhão
Tenho hoje no meu consultório um paciente que sigo há mais de 30 anos, comecei a atendê-lo no Hospital de Clinicas da Universidade Federal do Paraná, ele desenvolvia episódios repetitivos de taquícardia, o coração dispara e quando isso ocorria, pela repetição, freqüência e pela duração, cada vez mais prolongada das crises, ele entrava em insuficiência cardíaca, inclusive em edema pulmonar, esse paciente tinha uma doença conhecida por Wolf-Parkinson-White, o nome dessa doença homenageia os três médicos que descreveram a doença, que nada mais é do que um curto circuito que dá no coração, porque o estímulo cardíaco que nasce normalmente no nosso marca passo fisiológico do coração, ele passa por um caminho para seguir o seu rumo e promover então que o nosso coração contraia e relaxe normal, e nesse caso fazendo o curto circuito, ele produzia então essa forma de taquicardia. Esse paciente foi encaminhado em caráter de urgência, na época, há mais de 30 anos ao Hospital da Beneficência Portuguesa, em São Paulo, onde foi feita uma cirurgia e foi seccionado esse fecho que produzia o curto circuito, seguramente essa cirurgia salvou a vida do paciente, hoje ele goza de boa saúde e volta e meia ele está no meu consultório e nós comemoramos a passagem de todo esse episódio dramático e o fato dele ter sido um sobrevivente e ter um estilo de vida muito próximo do normal, das demais pessoas que nunca tiveram problemas de coração.

Portal NetBabillons
Quais são os exercícios recomendados para os Cardíacos?
Dr. Mário Maranhão
A atividade física é recomendada para prevenir, para ajudar a controlar e também na reabilitação cardíaca após os problemas cardiovasculares mais graves. Eu digo que um exercício físico que ajuda a controlar a pressão arterial, o peso, os níveis de colesterol, mas claro que, feitos de uma forma gradual, depois de uma avaliação prévia com o seu médico. Depois que o paciente tem um problema de infarto ou sofre uma cirurgia cardíaca, ele deve voltar fazer uma atividade física até para reabilitá-lo e reintegrá-lo a sociedade, ao meio em que ele vive. A melhor atividade é caminhar com passos rápidos e também exercícios como a natação e andar de bicicleta, mas também digo aqui que as pessoas podem ter atividades prazerosas como lidar com o quintal, caminhar com o seu animal de estimação, dançar, tudo isso também faz com que aumente o bem estar e a pessoa se renove.

Foto: GMG
Dr. Mário Fernando de Camargo Maranhão segue a risca o que prescreve para seus pacientes e o que diz em palestras realizadas nacional e internacionalmente, contando com o apoio incondicional da célula máter, a Família.

Portal NetBabillons
Doutor Mário, o senhor é uma Pessoa de Fé?
Dr. Mário Maranhão
Seguramente, eu acredito que nós todos aqui somos pessoas que temos alguma missão para desempenhar no mundo, sem exceção e o médico é um privilegiado porque lida com a vida humana, então eu sempre considero que acima do meu conhecimento e competência tenho um ser que está me guiando. Eu gosto muito de ouvir e dialogar com o Padre Marcelo Rossi, ele tem um Programa na Rádio Globo AM, todos os sábados às 9 horas da manhã, que é "Médico de Corpo e de Alma" e que ele contracena com um Cardiologista, que é um Cardiovascular em Porto Alegre, o Dr. Fernando Lucchesi, então o Dr. Lucchesi é o médico de corpo e o Padre Marcelo Rossi é o médico de alma e nesse encontro surgem muitos ensinamentos, aconselhamentos, para que as pessoas possam ter uma vida mais saudável dentro daquela espiritualidade que eu acho que todos devem se dedicar.

Portal NetBabillons
Doutor Mário, em gastronomia, quais as suas preferências?
Dr. Mário Maranhão
Eu já elogiei a Dieta Mediterrânea, esta dieta é rica em peixe, frutos do mar, legumes, frutas, verduras, fibras, grãos, azeite de oliva, claro que sendo possível uma taça de vinho tinto ou suco de uva, e eu gosto muito da comida japonesa o sushi, o sashimi, o tempurá, acho a comida japonesa muito saudável, porque ela utiliza peixes de que tem alto nível de Omega 3, que é uma substância que também protege as nossas artérias e o nosso coração, portanto a dieta japonesa também faz parte de uma das minhas preferências gastronômicas. Quanto a doces, eu cuido muito, como moderadamente, prefiro na sobremesa uma fruta, que me satisfaz muito mais que um doce.

Foto: GMG
Dr. Mário Maranhão é fã da Dieta Mediterrânea e da Comida Japonesa pois estas são as que mais se aproximam da sua maneira saudável de viver.

Portal NetBabillons
Doutor Mário, como o Senhor vê a Internet, já que o Brasil é o 1° País que mais usa a Rede Mundial de Computadores?
Dr. Mário Maranhão
Olha, eu posso dizer que me atualizo muito pela Internet, porque tenho acesso muito rápido quase que instantâneo as últimas novidades, publicações de revista científicas e médicas, procuro muito os Portais, onde as informações também chegam muito rapidamente e com propriedade. A Sociedade Brasileira de Cardiologia tem um Portal que é o www.cardiol.org.br, onde as informações são transmitidas inclusive para o público leigo, tem também o Site da Sociedade Científica, do Colégio Americano de Cardiologia, da Sociedade Européia, eu mesmo tenho um Site que é o www.qualivite.org.br onde nós procuramos trazer informações de como as pessoas podem adotar um estilo de vida saudável e ficar longe das doenças, porque o que vale é ter saúde e conservar a saúde.

Portal NetBabillons
Doutor Mário, fale sobre a sua Família?
Dr. Mário Maranhão
Bom, eu acho também que é importante que as pessoas possam dedicar um tempo a sua família, conviver com a sua esposa, ou seu marido e os filhos. O meu caso, eu sou muito feliz porque a minha esposa é Psicóloga e ela me ajuda a mudar o comportamento dos meus pacientes, tenho um filho que hoje é estudante na Escola Internacional de Curitiba e ele ajuda a montar a minhas Palestras, eu dou a ele o material e ele vai pesquisar para mim, faz as apresentações em Power Point, então está sempre se atualizando de maneira que, eu mesmo, com satisfação posso dizer, que parte do meu sucesso se deve a eles, pois recebo um auxílio muito grande deles.


O Médico Cardiologista, Dr. Mário Maranhão, reafirmou a seu Entrevistador, o Publicitário Eros Damiam Pereira que para se viver bem e com saúde, se deve seguir três preceitos: Comer Bem, Se Exercitar e Não Fumar.

Portal NetBabillons
Deixe a sua Mensagem aos Internautas do Portal Net Babillons
Dr. Mário Maranhão
Eu acredito que aquilo que nós falamos aqui hoje, possa ser do interesse e agrado de todas as pessoas, porque na realidade, as pessoas hoje querem saber a receita para viver mais, e anos bem vividos com qualidade, como elas podem se conservar mais jovens por mais tempo, como podem retardar o envelhecimento, como podem atrasar o relógio do tempo e tudo isto é muito fácil e custa muito pouco, basta apenas querer e querer é poder. Eu trago aqui as recomendações da Organização Mundial da Saúde que foram divulgadas a questão de uma a duas semanas, a respeito da prevenção das doenças crônicas, num investimento de cálculo, pretende reduzir em até 80% a incidência das doenças cardiovasculares do mundo e em 40% a incidência do câncer apenas com aqueles 3 conselhos que já dei aqui no início da nossa Entrevista. Coma Bem, Se Exercite e Não Fume!
Eu agradeço a oportunidade de estar aqui neste Portal muito inteligente, que traz informações importantes e que podem disceminar esses conceitos para que as pessoas também possam se interar de como serem mais saudáveis e não ficarem doentes. Obrigada e até a próxima!

Foto: GMG
Dr. Mário Maranhão um profissional competente e com tajetória brilhante nos diz: Basta Querer e Querer é Poder!

 

VEJA MAIS...

Portal NetBabillons, 28 de Dezembro de 2005.


Página inicial
Volta ao índice.