Fale conosco, e-mail, telefone e endereço.
Abertura

História de Brasília é contada em exposição de fotos no Palácio do Buriti

A governadora Maria de Lourdes Abadia homenageou Brasília de uma forma bem didática. Ela deu uma aula de “mestre” para mais de 40 crianças da 3a. série do 1o. Grau das escolas públicas do Distrito Federal, que participaram da inauguração da exposição “Da Utopia à Realidade”. A exposição foi aberta nesta sexta-feira (21), às 11h30, no saguão do Palácio do Buriti.
Além das crianças, estavam presentes autoridades, como a secretária de Educação, Vandercy de Camargos, a deputada distrital Eurides Brito (PMDB), diretores das regionais de ensino, professores da rede pública ensino, o presidente da Caesb, Fernando Leite e vários secretários de Estado e autoridades.
A exposição “Da utopia à realidade”, mostra fotos dos momentos marcantes da construção da cidade, reuniões do ex-presidente Juscelino Kubitschek com seus principais assessores, como Israel Pinheiro, Bernardo Sayão, Lúcio Costa e Oscar Niemeyer, entre outros. São quatro módulos com mapas e outros 18 quadros com fotos. O público ainda pode assistir a um filme, em vídeo, do cineasta Silvio Tendler, sobre a vida de JK. A mostra fica aberta até a próxima sexta-feira (28).
A organização da exposição está a cargo do Arquivo Público do Distrito Federal, local onde estão documentos históricos da região, desde a época da Missão Cruls até os dias de hoje.
A inauguração da exposição levou pouco mais de uma hora, tempo suficiente para que tanto as autoridades como os convidados pudessem relembrar fatos conhecidos por meio de livros ou contadas por pioneiros sobre os primeiros tempos da capital. Foi uma viagem ao passado em comemoração ao aniversário de Brasília. Abadia prendeu a atenção das crianças ao contar desde o sonho de Dom Bosco à decisão de Juscelino Kubitschek de construir Brasília, a importância do urbanista Lúcio Costa, do arquiteto Oscar Niemeyer e dos ‘candangos’ – aqueles que suaram para construir prédios e monumentos da cidade.
Para Abadia a mostra é uma lição para os estudantes, especialmente, os da 3a. série, período escolar em que os alunos estudam a História do Brasil e de Brasília. Ela fez um agradecimento especial aos servidores do Arquivo Público do Distrito Federal e à sua diretora, Zeneide Pantoja. “Quando vocês quiserem algum material sobre a história de Brasília é só ir ao Arquivo Público que vão encontrar tudo lá”, sugeriu a governadora.
Depois da aula, com direito a sabatina – Abadia testou o conhecimento das crianças, perguntando quem foram essas pessoas citadas. Em seguida, foi servido um lanche para os alunos, no Salão Negro do Palácio do Buriti, onde foi a vez de Abadia ser sabatinada. As crianças perguntaram onde ela nasceu, onde mora, escola onde estudou, local que mais gosta em Brasília, que ela citou o “Parque da Cidade” e a Esplanada dos Ministérios.
Ao final da entrevista, um dos alunos perguntou à governadora como ele poderia ajuda-la a governar. E ela respondeu: ”não repetindo ano no colégio, cuidando de sua escola e não jogando lixo nas ruas”, sugeriu Abadia, lembrando que é muito bom ter a cidade cheia de crianças, muitas delas nascidas aqui. “Onde tem criança tem alegria”, garantiu.
A pequena Amanda Ellen Sousa Silva, de 10 anos, da Escola Classe do Recanto das Emas, deixou o lanche de lado e falou à governadora por todos os estudantes: “Obrigada por nos proporcionar este ótimo momento”, disse com simplicidade. (Daise Lisboa)
Fonte: Secretaria de Comunicação Social - Agência Brasília de Notícias
21/04/2006



Página de aberturaÍndice de notícias.

Índice do Canal