Fale conosco, e-mail, telefone e endereço.
Abertura

Museu da Língua Portuguesa

O Museu da Língua Portuguesa é ponto de encontro do visitante com a língua, a literatura e a história, exibidas por meio de recursos audiovisuais e tecnologia de ponta. No lugar de paredes, vozes. No lugar de obras, espaços interativos. No coração de São Paulo, na Estação da Luz, o Museu proporciona uma viagem sensorial e subjetiva pela língua portuguesa, a sexta língua mais falada no mundo, guiada por palavras, autores e estrelas do Brasil.
A obra é uma realização do Governo do Estado de São Paulo e Fundação Roberto Marinho, com parcerias de empresas públicas e privadas. Em todo o projeto foram investidos R$ 37 milhões e as obras duraram um ano e cinco meses. No total, 400 operários trabalharam na restauração e na adaptação dos quatro andares do prédio da luz que se transformaram no atual museu.
Instalado no prédio acima da plataforma de trens da Estação da Luz, no centro de São Paulo, o museu conta com um vasto conteúdo sobre a história da Língua Portuguesa, os idiomas que ajudaram a formá-la, as formas que a linguagem assume no cotidiano e a criação da língua na literatura brasileira, entre outros temas. Tudo isso em diversas mídias para garantir interatividade ao visitante.
Visita
Logo na chegada, ainda no térreo, o visitante encontra uma Árvore da Língua. As raízes são formadas por palavras e, nas folhas, são projetados os contornos de objetos. Além disso, uma espécie de mantra brinca com as palavras 'língua' e 'palavra', ditas em vários idiomas.
No primeiro piso ficam a área de exposições temporárias, os terminais multimídia, escritórios de gestão do conteúdo, atividades educativas e a programação do museu.
No segundo andar estão instalados a Grande Galeria, a Galeria das Influências, a Linha do Tempo e o Beco das Palavras.
A Grande Galeria é formada por um grande painel feito de projeções de imagens e trabalho sonoro, formando um mural em movimento. A das Influências conta com oito totens dedicados às influências das línguas e povos que contribuíram para a formação do idioma no país, onde os visitantes podem interagir e descobrir a origem de muitas palavras. Na Linha do Tempo telas interativas e vídeos ajudam a contar a história da língua portuguesa no Brasil. No Beco das Palavras o visitante poderá brincar com a criação de palavras e aprender sobre a etimologia dos termos usados atualmente num jogo eletrônico.O lugar
O local escolhido para a implantação do museu foi o ponto de encontro entre o português falado aqui e os outros idiomas. Era na Luz que chegavam imigrantes que vinham de trem do Porto de Santos. Hoje, a Estação recebe sotaques de todas as regiões do país.
No prédio acima da plataforma da Luz funcionaram, no século 20, os escritórios da companhia férrea. Parte da construção foi destruída por um incêndio, em 1946, e reconstruída na década de 50.
Para a instalação do museu foi realizado um minucioso trabalho de revitalização e restauro. O projeto arquitetônico é de Paulo e Pedro Mendes da Rocha, pai e filho, que pela primeira vez trabalharam juntos. A museografia ficou sob responsabilidade do americano Ralph Appelbaum, que tem em seu currículo o Museu do Holocausto, em Washington, por exemplo. A elaboração de conteúdo foi coordenada pela socióloga Isa Grinspun Ferraz, que contou com uma equipe de cerca de 30 dos maiores especialistas em língua portuguesa do país.
Além dos recursos multimídia, o Museu da Língua terá oficinas de capacitação de professores, uma biblioteca - inicialmente, apenas para os professores - e computadores ligados a um portal de Língua Portuguesa na internet, para que todos possam consultá-lo.
O Museu da Língua Portuguesa fica na Estação da Luz, na Praça da Luz, s/nº, região central de São Paulo. Funciona de terça-feira a domingo, das 10 às 18 horas e a entrada custa R$ 4,00. Estudantes pagam R$ 2,00.
Fonte: Governo do Estado de São Paulo.
25/08/2006

Página de aberturaÍndice de notícias.

Índice do Canal