Fale conosco, e-mail, telefone e endereço.
Abertura

Centro Tom Jobim e o Tuca levam o melhor da música ao público

A proposta é levar a boa música aonde o público estiver. Some-se ainda o trabalho de formação de platéias para a música clássica. Dessa mistura resultou a parceria que o Centro Tom Jobim formalizou com o Teatro da Pontifícia Universidade Católica, o Tuca, em dois projetos que começam este mês, batizados com os sugestivos nomes “Manhãs Sinfônicas” e “Pra Ver a Banda Tocar”.
A idéia do Manhãs Sinfônicas é oferecer à população de São Paulo o melhor do universo orquestral, com obras conhecidas do repertório sinfônico, ícones como as trilhas sonoras da Disney e também clássicos da MPB. As apresentações, gratuitas, serão realizadas na manhã do último sábado de cada mês e ficarão a cargo de três dos grupos jovens do Centro Tom Jobim – a Orquestra Jovem do Estado, a Orquestra Jovem Tom Jobim e a Banda Jovem do Estado.
Pra Ver a Banda Tocar traz a Banda Sinfônica do Estado (um dos grupos profissionais do Centro Tom Jobim) em nova série de concertos. A preços populares, o grande público terá a possibilidade de conhecer toda a versatilidade e qualidade artística da banda, por meio de um repertório variado e acessível, além de solistas dos diversos instrumentos de sopros e percussão.
Estão programadas quatro apresentações no Teatro da PUC nos dias 26 de setembro, 31 de outubro, 28 de novembro e 11 de dezembro, sempre às 21 horas. A série traz ainda uma grande novidade: a possibilidade de jovens músicos ou amantes da música tocarem com a banda. Para isso, basta levar o instrumento de sopro e subir no palco para a Canja Sinfônica.
O repertório de estréia mescla o clássico e o popular: Chiquinha Gonzaga: Não Insistas, Chiquinha; W. A. Mozart: Concerto para Flauta; Renato Camargo, solista; R. Korsakov: Concerto para Trombone; Emerson Teixeira, solista; Villa Lobos: Prelúdio da Bachiana nº 4; L. Bernstein: Slava - Abertura Sinfônica.
Para o diretor do Centro Tom Jobim, Clodoaldo Medina, o Manhã Sinfônica vem dar continuidade ao trabalho desenvolvido pelo Tom Jobim de formação de público: “São concertos com caráter didático e o objetivo é aproximar o jovem da música clássica”, diz. Para isso, antes de cada apresentação será dada rápida explicação sobre a peça. Medina explica ainda que a proposta de Pra Ver a Banda Tocar é levar o trabalho da Banda Sinfônica de São Paulo aos apreciadores da boa música. “Levaremos a esse público o repertório regular com a novidade da participação popular”.
Estréia com clássicos

O primeiro espetáculo do projeto será realizado no dia 29 de setembro, sábado, às 11 horas, com a Orquestra Jovem do Estado apresentando Clássicos de Todos os Tempos. As peças sinfônicas que formam o primeiro concerto da série são algumas das mais conhecidas do grande público dentro do repertório da música clássica.
Entre elas estão duas do francês Georges Bizet (1838-1875): Abertura, da ópera Carmen, e a suíte A Arlesiana nº 2. Além disso, será executado o terceiro movimento (minueto e trio) da Sinfonia número 3 do austríaco Franz Schubert (1797-1828).
Os próximos espetáculos já estão programados. No dia 20 de outubro, a Orquestra Jovem Tom Jobim apresentará A Orquestra Popular do Brasil. No dia 24 de novembro, será a vez da Banda Jovem do Estado, com Disney in Concert.
Fonte: Governo do Estado de São Paulo
19/09/2007



Página de aberturaÍndice de notícias.

Índice do Canal