Fale conosco, e-mail, telefone e endereço.
Abertura

Dia da Consciência Negra em São Paulo terá marcha e parada

O movimento negro de São Paulo espera realizar hoje (20), Dia da Consciência Negra, um ato anti-racista com cerca de 50 mil pessoas na capital. As duas principais manifestações que vão ocorrer na cidade de São Paulo são a Parada Negra e a Marcha da Consciência Negra, que serão realizadas conjuntamente na avenida Paulista, à tarde.
Além do combate ao racismo, as manifestações terão bandeiras contra o preconceito, a homofobia, o machismo e a intolerância religiosa. Os manifestantes pedirão a aprovação imediata do Estatuto da Igualdade Racial, do Projeto de Lei 73/99, que dispõe sobre cotas e ações afirmativas, e da PEC 02/06, que cria o Fundo de Promoção da Igualdade Racial. Outra reivindicação será a instituição do dia 20 de novembro como feriado nacional.
“Os indicadores socioeconômicos revelam um abismo de desigualdade, um verdadeiro apartheid de caráter racial. O Brasil não pode mais conviver com essa situação e é por essa razão que nós vamos às ruas mais uma vez para dizer um basta ao racismo e um sim à inclusão do povo negro, aos nossos direitos por liberdade, cidadania e igualdade”, afirma Dojival Vieira, um dos organizadores do evento.
A concentração da manifestação ocorre a partir das 10 horas no vão livre do Museu de Arte de São Paulo. Às 13 horas haverá um culto inter-religioso e um ato político. Às 14 horas, a manifestação parte do Masp com destino ao Teatro Municipal de São Paulo, onde se encerra.
(Bruno Bocchini)
Fonte: Agência Brasil.
20/11/2007

Página de aberturaÍndice de notícias.

Índice do Canal