Fale conosco, e-mail, telefone e endereço.
Abertura

Guaíra abre portas domingo para música, percussão e peças teatrais

O projeto Teatro para o Povo promete muita alegria e animação neste domingo (25), em quatro auditórios de Curitiba. A banda grega Laikí Kompania, que recentemente apresentou-se na novela Belíssima, da Rede Globo faz a festa grega com toda a sua tradição no palco do Guairão. Para ajudar na animação, o Grupo de Percussão Tuum apresenta um repertório cheio de ritmo e muita ginga. No Guairinha, o Grupo Processo Artes Mundiais apresenta o texto “Procura-se uma Estrela’, de Adriano Esturilho. A peça utiliza a arte como forma de conscientização sobre a importância na doação da medula óssea. E no Miniauditório o cantor lírico Alberto Battistella canta canções napolitanas. No Teatro José Maria Santos, a encenação de “Parasitas”, texto de Marius Von Mayenburg, retrata o sofrimento nas relações humanas, onde um tenta aniquilar o outro. As apresentações iniciam simultaneamente às 11h e a entrada é franca.
A banda grega Laikí Kompania, que é a atração no Auditório Bento Munhoz da Rocha Netto (Guairão), já é conhecida no Rio de Janeiro, São Paulo e Porto Alegre e também na Grécia, onde suas músicas fazem grande sucesso. Criada há sete anos, tem como integrantes seis músicos brasileiros e dois gregos. Seu trabalho é divulgar a tradição do povo grego com toda a sua alegria. As composições mesclam ritmos, como o Hassapico e o Kalamatiano, da cultura helênica, e também novos arranjos, como o Hassapo-samba e a música Ta Pedia Tu Pirea (Never on Sundays) em bossa-nova. Para mostrar ritmos mais brasileiros, os músicos levam ao palco como convidado o Grupo de Percussão Tuum, integrado por 14 artistas do Coral da Universidade Federal do Paraná e da comunidade. Todo o trabalho de direção artística é do maestro Álvaro Nadolny.
“Procura-se uma Estrela”, encenada no Auditório Salvador de Ferrante (Guairinha) pelo Grupo Processo - Artes Teatrais, foi criada especialmente para as campanhas de cadastramento de Doadores Voluntários de Medula Óssea. A peça utiliza a arte como forma de conscientização para esse importante ato de sensibilidade e cidadania. Na encenação, uma dupla de artistas acostumada a visitar os pacientes em tratamento de leucemia no Hospital de Clínicas resolve ultrapassar o limite do hospital para cativar outra figura fundamental nessa história: O doador de Medula Óssea. A apresentação é animada e interativa.
No Auditório Glauco Flores de Sá Brito (Miniauditório), o cantor lírico e professor Alberto Battistella apresenta um repertório de canções italianas. Em seu longo currículo, consta apresentação para ao Papa João Paulo II em Roma e outras realizadas em cidades da Itália, Espanha, França, Alemanha, Ilha Açores e Portugal. Seu primeiro CD “Parole D’Amore” foi gravado em março de 2005, composto por canções italianas conhecidas no mundo inteiro e com a participação de músicos da Orquestra Sinfônica do Paraná. O repertório do cantor é diversificado, incluindo músicas eruditas, sacras e populares em diversos idiomas.
A peça “Parasitas”, no Teatro José Maria Santos, mostra os conflitos vividos pelo ser humano. Os personagens, uma jovem grávida e seu marido indiferente, uma cobra e alguns ratos se enfrentam num jogo de relações em que o objetivo maior é a destruição, o aniquilamento, o sofrimento do outro como forma de validação do próprio sentimento. O alemão Marius von Mayenburg constrói em “Parasitas” o cenário e as regras desse confronto.
Fonte: Governo do Estado do Paraná
23/11/2007


Página de aberturaÍndice de notícias.

Índice do Canal