Fale conosco, e-mail, telefone e endereço.
Abertura

Acervo da Rádio Nacional está totalmente digitalizado

As radionovelas como O Direito de Nascer, os humorísticos como o Balança mas não Cai, o Repórter Esso – marco no jornalismo brasileiro –, os discursos memoráveis de Getúlio Vargas. Programas como esses foram totalmente digitalizados por meio de um projeto da empresa Visom Digital, patrocinado pela Petrobras. São 2.446 horas de gravação que acompanham a história do país do final dos anos 30 até a década de 50.
A cerimônia de entrega do acervo acontece, hoje (12), e segundo o gerente Regional de Rádio da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), no Rio, Cristiano Menezes, é o primeiro passo para a recuperação e preservação de todo o acervo da rádio, fundada no dia 12 de setembro de 1936 e que se tornou um marco na radiodifusão brasileira.
“Os acetatos [discos que antecederam as fitas magnéticas nas gravações] estavam se deteriorando, muitos até se perderam. No Brasil, essa cultura da preservação da memória ainda é insipiente. É necessária uma grande organização, que inclui higienização, catalogação e climatização adequada”, disse Menezes.
O gerente garante ainda que a digitalização protege todo o legado da Rádio Nacional. Cerca de 50% do acervo já tinha sido digitalizado, também com o apoio da Petrobras, e estão guardados no Museu da Imagem e do Som (MIS).
Essa etapa do processo permite ainda que os pesquisadores tenham acesso à história por inteiro, pois muitas das gravações do MIS ficaram incompletas. “Esse passo que está sendo dado inaugura o processo de recuperação do acervo da Rádio Nacional. É um projeto da EBC buscar recursos para a preservação de toda essa história, para não deixar que o passado se apague”, ressaltou o Gerente.
Segundo Cristiano Menezes, o material digitalizado ficará disponível para pesquisas através de uma rede virtual que está sendo planejada. O público também poderá ter acesso ao material no próprio acervo que deverá ser construído na rádio. Os próximos planos estão relacionados à preservação de fotografias, fitas magnéticas, fichas funcionais e roteiros de autores como Dias Gomes, Mário Lago e Oduvaldo Vianna. (Aline Beckstein)
Fonte: Agência Brasil.
11/06/2008

 

Página de aberturaÍndice de notícias.

Índice do Canal