Fale conosco, e-mail, telefone e endereço.
Abertura

Festival Dança começa com força total no primeiro dia

Depois da grande estréia com o balé O Lago dos Cisnes na noite de 16 de julho, o 26º Festival de Dança de Joinville inicia sua programação com diversas ações nesta quinta-feira. Além da Feira da Sapatilha que, desde ontem, tem atraído muitos visitantes, ainda acontecem apresentações, cursos e, o momento mais importante para muitos bailarinos, a Mostra Competitiva.
De 17 a 25 de julho, bailarinos vindos de 13 estados do Brasil competem em sete gêneros: Balé Clássico, Dança Contemporânea, Dança de Rua, Danças Populares, Balé Clássico de Repertório, Jazz e Sapateado. A novidade deste ano é a inclusão de sub-gêneros de Dança de Rua: solo, duos e trios. As coreografias participantes são divididas por categorias de acordo com a faixa etária dos integrantes: Júnior (nascidos em 1994 e 1995), Sênior (nascidos em 1992 e 1993) e Avançada (nascidos em 1991 ou antes).
O primeiro dia de competições inicia com a Dança Contemporânea, com as solistas e os duos femininos de nível avançado. Depois são os bailarinos de Variação Sênior e Conjunto de Avançada, do Balé Clássico de Repertório.
A Mostra Competitiva acontece de 17 a 25 de julho, no palco do Centreventos Cau Hansen, a partir das 19 horas. Em 26 de julho, na Noite dos Campeões, os primeiros colocados se apresentam e recebem suas premiações, fechando o Festival. Haverá ainda prêmios especiais como Troféu de Melhor Grupo e Medalhas de Ouro para Prêmio Revelação, Melhor Bailarino e Melhor Bailarina, que juntos somam R$ 30 mil em dinheiro, além de uma viagem ao Festival de Lyon, na França, oferecido ao Coreógrafo Revelação do evento.
Na quinta-feira acontece, ainda, o primeiro dia dos Palcos Abertos. A participação especial fica por conta do coreógrafo da Dança dos Famosos, Silvio Silvio Lemgruber, com atividades interativas, chamando o público para a dança.
Às 15h acontecem apresentações gratuitas no Ancianato e Hospital Bathesda, e durante vários horários do dia na Praça Nereu Ramos, no Supermercado Giassi, nos Shoppings Americanas, Cidade das Flores e Muller. Marca registrada do Festival de Dança de Joinville, os Palcos Abertos chegam em 2008 com um novo recorde: 619 coreografias inscritas, 30% a mais que em 2007, de grupos vindos de 14 estados do Brasil, além do Paraguai e da Argentina. A novidade desta 26ª edição são as apresentações de solos, duos e trios em todas as categorias.
Inicia também no dia 17 a Oficina Mix, abrindo a programação de Cursos e Oficinas oferecida pelo Festival. Até o dia 25 serão mais de dois mil alunos, assistindo aulas ministradas por profissionais reconhecidos no Brasil e no exterior, em diversos gêneros como Balé Clássico, Dança Teatro, Sapateado, entre muitos outros.
As atividades didáticas acontecem também na Feira da Sapatilha. No dia 17 serão três oficinas gratuitas, que acontecem na sala de workshops, no centro do Expocentro Edmundo Doubrawa. Das 11 às 13h, Fernando Zican fala sobre prevenção em lesões na dança, a convite do Unidança/Cyber Café. Às 14h a bailarina carioca Cláudia Mota estará conversando sobre aquecimento muscular e a importância do uso das malhas para os bailarinos. Este workshop é promovido pelo Ballet Tricot, até às 16h. Das 17 às 18h a Escola Bolshoi traz Alexandre Simas ensinando sobre maquiagem para a cena. Para participar gratuitamente basta se inscrever nos estandes promotores.
A noite do dia 17 também marca o início da Mostra Contemporânea, um evento aguardado pelos visitantes e bailarinos. Novas propostas e trabalhos de pesquisa em dança são apresentados, rompendo as barreiras do tradicional e ousando em cena. O primeiro grupo a subir ao palco do Teatro Juarez Machado, às 22h, é a Luis Arrieta Dança, de São Paulo, com o espetáculo Carnaval dos Animais. Logo em seguida, a Riscas Cia. de Dança apresenta o espetáculo Escape, sob direção de Edson Fernandes.
O primeiro dia do Festival já dá sinais de como a programação deve ser até o último dia: recheada de atrações de qualidade, para diversos gostos e públicos, agitando a cidade de Joinville e fazendo todo mundo entrar na dança. (Lieza Neves)
Fonte: Assessoria de Imprensa do Festival de Dança de Joinville
17/07/2008

 

Página de aberturaÍndice de notícias.

Índice do Canal