Fale conosco, e-mail, telefone e endereço.
Abertura

Densidade da obra literária leva João Ubaldo Ribeiro a ganhar o Prêmio Camões

O escritor João Ubaldo Ribeiro é o vencedor do Prêmio Camões 2008, maior premiação para autores de língua portuguesa. O anúncio foi feito hoje (26), em Lisboa, Portugal. O baiano de 67 anos, que já viveu na capital portuguesa, é o oitavo brasileiro premiado, segundo informações da agência Lusa.
A comissão julgadora decidiu, para o prêmio deste ano, debater apenas nomes de escritores brasileiros. “O júri tem poderes de decidir na hora como vai conduzir os trabalhos”, explicou o presidente do júri, o brasileiro Ruy Espinheira Filho.
No documento, os jurados destacaram “o alto nível da obra literária” do escritor, “especialmente densa das culturas portuguesa, africanas e dos habitantes originais do Brasil”. Para Espinheira, a decisão vai apanhar João Ubaldo “num momento muito positivo”, já que está escrevendo um novo romance.
Membro da Academia Brasileira de Letras, João Ubaldo é autor de romances como Sargento Getúlio, O Sorriso do Lagarto e Viva o Povo Brasileiro. Este último virou samba-enredo da escola de samba Império da Tijuca no carnaval de 1987.
A decisão foi anunciada pelo ministro da Cultura português, José Antônio Pinto Ribeiro. O valor do prêmio ainda não está definido, mas, de acordo com o ministro, deve ficar próximo ao que foi pago a Antônio Lobo Antunes, ganhador do ano passado: 100 mil euros (R$ 247 mil).
Instituído pelos governos de Brasil e Portugal em 1988, o Prêmio Camões distingue anualmente um autor que, pelo conjunto da obra, tenha contribuído para enriquecer o patrimônio literário e cultural da língua portuguesa. Este ano, o júri foi composto por Maria de Fátima Marinho (Faculdade de Letras da Universidade do Porto), Maria Lúcia Lepecki (Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa), Marco Lucchesi (escritor e professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ), Ruy Espinheira Filho (escritor, jornalista e professor da Universidade Federal da Bahia, UFBA), João Meio (poeta e jornalista angolano) e Corsino Fortes (diplomata e presidente da Associação de Escritores Cabo-Verdianos).
Fonte: Agência Brasil.
26/07/2008

 

Página de aberturaÍndice de notícias.

Índice do Canal