Fale conosco, e-mail, telefone e endereço.
Abertura

Presidente é homenageado com livro e vira “imortal” da literatura de cordel

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva terminou a noite de hoje (1º) ouvindo histórias de cordel e cantando Asa Branca, ao lado do ex-ministro da Cultura Gilberto Gil. A cerimônia foi patrocinada pela Academia Brasileira de Literatura de Cordel (ABLC) e marcou o lançamento do livro “Lula na literatura de cordel”, organizado por Crispiniano Neto, que tomou posse na cadeira 26, de Câmara Cascudo.
O evento foi na sede da Ação da Cidadania, na zona portuária do Rio. O livro conta a trajetória do presidente Lula em forma de aventura épica, desde os tempos de retirante nordestino até a chegada à Presidência da República.Lula se emocionou com a homenagem e lembrou sua história no Nordeste e as inúmeras das viagens que ele fez como líder sindical e candidato a presidente. “O nordestino é muito mais capaz do que as pessoas pensam. O que o Nordeste precisa é que seja dada a mesma oportunidade que as outras regiões tiveram”, disse Lula.
Ele ouviu de um repentista o pedido de realizar a transposição do rio São Francisco, projeto que pretende levar água para as terras áridas do sertão.
Lula recebeu o medalhão de membro honorário da Academia e, ao final, cantou a música Asa Branca, ao lado de Gil, do ministro interino da Cultura, Juca Ferreira, e do governador do Rio, Sérgio Cabral. Depois, desceu do palco para abraçar e tirar fotos com as pessoas que estavam na platéia. Segundo a agenda divulgada pela assessoria de Lula, ele passa o final de semana em sua casa, em São Paulo. (Vladimir Platonow)
Fonte: Agência Brasil
01/08/2008

 

Página de aberturaÍndice de notícias.

Índice do Canal