Fale conosco, e-mail, telefone e endereço.
Abertura

Feira Pan-Amazônica do Livro se prepara para receber 500 mil pessoas em 2009

Mais de meio milhão de visitantes é a expectativa de público para a XIII edição da Feira Pan-Amazônica do Livro, lançada nesta quinta-feira (16) em um café da manhã no Hangar - Centro de Convenções e Feiras da Amazônia. A Feira acontecerá de 6 a 15 de novembro e terá inovações na programação, na quantidade de estandes e no espaço físico utilizado. A homenagem deste ano será à França.
Este ano, serão 176 estandes e a Praça de Alimentação terá cerca de 500 m² na área externa do Hangar, com comidas típicas do Pará e da França. O Salão B concentrará a programação infantil e o palco externo será nos moldes do que foi o Natal Hangar.
Todo o projeto de mídia gráfica também foi exibido e anúncios já serão publicados nos principais jornais a partir da próxima semana. "Essa é a segunda edição da feira, realizada pela Via Amazônia em parceria com o governo do Estado. Hoje podemos dizer que temos a maior feira anual do Brasil e, este ano, queremos proporcionar mais conforto e comodidade a todos. Se ano passado houve problemas, eles foram sanados. Nosso objetivo é fazer um evento cada vez melhor", afirmou Bob Menezes, assessor de marketing do Hangar. Os custos deverão ultrapassar os R$ 6 milhões.
A Feira Pan-Amazônica está chancelada como evento oficial de encerramento do Ano da França no Brasil. O Hangar receberá réplicas do Arco do Triunfo e da Torre Eiffel, além de exposições fotográficas, espetáculos teatrais, oficinas de arte, teatro, dança e circo com artistas franceses. Também está confirmada a presença de escritores convidados daquele país. "Buscamos criar uma programação extensa que seja um atrativo para o público, mas sem perder o foco que é a literatura", disse Kalynka Cruz, coordenadora cultural do Consulado da França no Pará.
Uma das principais novidades é o Parque da Turma da Mônica, que contará com a ilustre presença de Maurício de Souza. Também já estão confirmados Zeca Camargo, Frei Beto, Emir Sader, Moacyr Sclyar e Laurentino Gomes, cujas participações serão transmitidas a todo o Estado pelo NavegaPará. Em agosto será lançado um concurso do NavegaPará, que premiará em dinheiro vídeos produzidos exclusivamente para a feira.
O estande com os escritores paraenses terá a presença de autores regionais como Eliana Barriga, Juracy Siqueira, Salomão Larêdo e João de Jesus Paes Loureiro. Os professores poderão contar mais uma vez com o CredLivro, com um incentivo de R$ 2 milhões. O cantor Lenine já está agendado para o show de abertura, no palco à beira do lago.
Indicativo do sucesso da Feira Pan-Amazônica do Livro são os Salões do Livro em Santarém e Tucuruí, chegando em breve a mais dois municípios do Estado. "A realização desses eventos é um estímulo à leitura e à informação. Promovemos um acesso mais vantajoso ao professor e aos estudantes, movimentando a economia local, gerando emprego e renda", afirmou o secretário de Cultura, Edilson Moura.
Fonte: Governo do Estado do Pará
20/07/2009

 


Página de aberturaÍndice de notícias.

Índice do Canal