Fale conosco, e-mail, telefone e endereço.
Abertura

Rio terá 12 museus com programação especial na Semana Nacional de Museus

Doze instituições do estado do Rio de Janeiro que integram a estrutura do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), vinculado ao Ministério da Cultura, programaram eventos especiais para a 11ª Semana Nacional de Museus, que começou hoje (13) e vai até domingo (19) em todo o país. As atividades abrangem visitas guiadas, exposições, seminários, mesas-redondas e espetáculos teatrais e musicais, todas com entrada franca.
Em sua 11ª edição, a Semana Nacional de Museus tem como tema este ano Museus (Memória + Criatividade) = Mudança Social. Nas 27 unidades da federação são 1.252 instituições, sediadas em 535 municípios, que participam da iniciativa do Ibram, programando para o período um total de 3.911 atividades.
No Rio de Janeiro,o Museu Nacional de Belas Artes (MNBA), na Cinelândia, centro da cidade, promove amanhã (14), às 15h, a palestra A Primeira Missa na visão de Vitor Meireles e Cândido Portinari, com o crítico de arte Israel Pedrosa. A duas telas que retratam a missa rezada logo após o descobrimento, pertencentes ao acervo do museu, podem ser vistas em conjunto até 9 de junho, na exposição Quando o Brasil Amanhecia, em cartaz no MNBA. Na quinta-feira (16), às 14h, o museu faz a visita guiada Itinerário da Memória e no sábado (18), às 15h, outra atividade do mesmo tipo, o projeto Todo Mundo no Museu. As vagas são limitadas.
No bairro de Santa Teresa, a Chácara do Céu, dos Museus Castro Maya, promove nesta terça-feira, às 14h, visita mediada à exposição Amigos da Gravura 2013, juntamente com o lançamento do livreto Museus Castro Maya para Professores – Volume 2. O Museu da República, no Catete, promove na sexta-feira (17) o seminário 8ª Jornada Republicana, voltado para o tema da Semana Nacional dos Museus.
Vinculado ao Museu da República, o Palácio Rio Negro, em Petrópolis, na região serrana fluminense, programou para o sábado (18), às 17h, um espetáculo teatral sobre a memória dos tipos populares e seus costumes. Ainda em Petrópolis, o Museu Imperial tem uma ampla agenda de atividades, iniciada hoje (13), com a mesa redonda Abolição em Revista e a abertura da exposição A Simbologia da Camélia na História e na Arte.
No fim de semana (18 e 19), os destaques são a exposição Paisagem Petropolitana, que comemora os 170 anos da cidade de Petrópolis e os 70 anos de inauguração do Museu Imperial e o concerto do coral Dó Ré Mi, no sábado (18), às 15h.
Outra instituição federal com programação variada para a semana é o Museu Villa-Lobos, em Botafogo, na zona sul do Rio. Na quarta-feira, 15, às 19h, ocorre a mesa redonda Villa-Lobos na Era Vargas (1930-1945), com foco nos temas da educação musical e da identidade nacional. No dia seguinte (16), às 14h, haverá o miniconcerto didático Família Henriques, com música de Villa-Lobos e outros compositores. Na sexta-feira (17), às 14, o museu apresenta o espetáculo musical interativo Brinquedos Cantados, com o grupo Céu na Terra.
No sábado (18), a partir das 14h, o Museu Histórico Nacional (MHN) promove a visita guiada Circuito Histórico-Cultural de Fortaleza a Museu: Observando as Transformações ao seu Entorno. O passeio parte do conjunto arquitetônico do MHN, próximo à Praça Quinze, e percorre alguns pontos históricos do centro do Rio de Janeiro.
Também promovem atividades pela Semana Nacional de Museus a Casa de Benjamin Constant, em Santa Teresa, na capital fluminense; o Museu de Arte Religiosa e Tradicional, em Cabo Frio, na região dos Lagos; o Museu de Arqueologia de Itaipu, em Niterói, e o Museu Casa da Hera, em Vassouras, na região centro-sul.
A programação completa da Semana Nacional de Museus está disponível no site www.museus.gov.br .
(Paulo Virgilio)
Fonte: Agência Brasil.
14/05/2013

Página de aberturaÍndice de notícias.

Índice do Canal